Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quinta, 13 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Cooperaçäo Pedro Milaco realça expectativas à volta da visita de Mohammed VI

2015-05-26

(ANG) – O historiador e analista politico guineense Pedro Morato Milaco considerou hoje que a Guiné-Bissau deve estar disposta a compartilhar os seus recursos nomeadamente do sector das pescase dos minerais com o Estado de Marrocos.



Morato Milaco falava à ANG a proposito da visita que o Rei Mohammed VI de Marrocos inicia quarta-feira à Bissau e que admite poder vir a ser muito benéfica para a Guiné-Bissau.

“Se o Rei de Marrocos decidir disponibilizar importantes somas em dinheiro para a Guiné-Bissau, como já fez em alguns países por onde tem passado, nomeadamente no Senegal, seria de uma grande vantagem economica para o país”, sustentou o analista politico.

Para Milaco, esta primeira visita de um rei de Marrocos à Guiné-Bissau é a confirmaçao de uma mudança na diplomacia marroquina.

Milaco referiu que a visita de um país histórico como é o caso de Marrocos é bem vinda por se ocorrer num momento em que todas as áreas de desenvolvimento nacional são prioritárias.

No entanto destacou a necessidade de se dar outro enquadramento nas prioridades nacionais à Educaçâo.

“Marrocos acolhe anualmente, mais de uma centena de jovens guineenses, que vão estudar por conta própria ou no quadro de bolsas privadas, por isso deve se assinar um protocolo de acordo entre os dois Estados, para a concessão de bolsas de estudos nas áreas técnicas tais como a agronomia”, disse.

A visita do rei Mohammed VI ao país, segundo Milaco é a prova de que o Estado guineense criou um bom ambiente político e social para que o actual governo possa concluir um mandato de quatro anos de sua legislatura.

Mohammed VI inicia quarta-feira uma visita de quatro dias a Guiné-Bissau. O Palacio da Republica e a cidade de Bissau beneficiaram de obras de requalificaçâo para receber o hospede.

Uma grande mobilizaçâo popular devera ocupar quarta-feira as arterias por onde passa a caravana do Rei de Marrocos para o saudar. Um contingente de segurança marroquina està instalada em tendas em Bissau desde há uma semana.

ANG/ FGS/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw