Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 25 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Saúde
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Saúde pública/ Secretariado de Luta conta Sida promove campanha contra VIH/SIDA no desporto

2017-06-07

(ANG) – O Secretariado Nacional de Luta conta Sida (SNLS) promove a partir de sábado uma campanha de sensibilização sobre VIH/SIDA no desporto durante a partida de futebol entre as selecções da Guine-Bissau e Namíbia, da primeira jornada do grupo K do apuramento para o CAN 2019.



Em entrevista exclusiva à ANG, o secretário executivo do Secretariado Nacional de Luta contra Sida, Califa Soares Cassamá explicou que a referida campanha tem como objectivo chamar a atenção aos jovens guineenses sobre o perigo da doença.

“Todos devem apostar na prevenção contra o VIH/SIDA porque é uma doença sem cura, mas, contudo, tem tratamento que impeça o seu desenvolvimento, “informou.

Aquele responsável afirmou que a campanha terá dois slogans, nomeadamente «o uso do preservativo» e «testes voluntários sobre o estado serológico», acrescentando que é a melhor forma de se prevenir da doença do que fazer tratamento anti-retroviral.

Califa Cassamá disse ainda que a Organização Mundial de Saúde, definiu a implementação de uma estratégia denominada 90, 90, 90 que significa reduzir em 90 por cento, o numero de seropositivas.

Acrescentou que também 90 por cento das pessoas devem ser testadas e tratadas, porque necessitam de carga indetectável ou seja supressão viral, o que reduz significativamente a possibilidade de transmissão do vírus.

Dados do Secretariado Nacional de Luta Contra Sida referentes ao 2014,referem que na Guiné-Bissau cerca de 36 mil pesssoas estão infectadas, e que circulam simultaneamente dois tipos de virus provocadores da doença de Sida: o 1 e 2, sendo o primeiro o mais predominante.

Na populacão com idade compreendida entre 15 e 49 anos a prevalência do VHI-1 é estimada em 3,25 por cento, em 2015. Nas mulheres gravidas a prevalência passou de 6,4 por cento em 2009 para cinco por cento em 2014.

ANG/JD/AC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw