Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Todas as categorias
Desporto
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


CAN-2019/ Guiné-Bissau vence Namíbia por uma bola a zero com golo do estreante Edgerson de Almada

2017-06-13

(ANG) – A selecção nacional de futebol da Guiné-Bissau recebeu e derrotou por 1-0 a sua congénere da Namíbia, no jogo da primeira jornada do grupo K da eliminatória do Campeonato Africano das Nações (CAN-2019) a ter lugar em Camarões.



As duas equipas praticaram uma excelente partida de futebol. Os primeiros 15 (quinze) minutos foram equilibrados, mas a turma nacional assumiu as despesas a partir do segundo quarto da primeira parte.

Os rapazes comandados por Mister Baciro Candé confirmaram assim a supremacia contra os ‘Bravos Guerreiros’ da Namíbia’, tendo protagonizado vários lances do perigo contra a baliza adversária.

Depois de desperdiçar várias oportunidades de golo, os ‘Djurtus’ chegaram a vantagem aos 22 minutos na sequência de uma cobrança de livre, bem executado por capitão Zezinho Lopes que serviu a defesa central, Edgerson Funny de Almada, que saltou mais alto e de cabeça atirou a bola para o fundo das redes,fazendo os adeptos explodirem de euforia nas bancadas, assinalando o primeiro e único golo da partida, no dia da sua estreia .

Já na segunda parte do jogo, os comandados de Baciro Candé demonstraram alguma fadiga muscular, tudo pelas reivindicações dos atletas que boicotaram dois dias de treino devido o não pagamento dos seus subsídios de representação.

Uma situação que acabou por reflectir no conjunto sobretudo na segunda parte.

Namíbia tentou controlar o jogo e conseguiu criar varias oportunidades de golos, explorando as suas alas rápidas, nos lances de contra ataque e jogos directos através de lançamento de bolas na profundidas nas costas dos defesas, mas não foram eficazes.

Para além de estreia absoluta de Edgerson Funny de Almada, a partida ficou ainda marcada com a estreia de Judinilson Mamadu Tuncará Gomes (Pelé) que jogou 90 minutos no centro do terreno e de Ladislau Alves que entrou durante segundo tempo para o lugar de Zezinho Lopes.

A formação da Guiné-Bissau apresentou o seguinte onze inicial: Guarda Redes, Jonas Mendes: Defesas; Rudinilson, Edgerson, Tomas Dabó e Agostinho Soares; Médios; Judilson vulgo (Pelé), Santos e Zezinho Lopes, Avançados; Piquete, Toni Sá Brito e Frederick Mendi.

No entanto, com a vitória sobre a Namíbia, a selecção nacional partilha agora a liderança do Grupo K, com a outra selecção lusófona, Moçambique que viajou até Zâmbia e venceu também por uma bola a zero. Para já a selecção moçambicana é próximo adversário dos ‘Djurtus’ para a segunda jornada da fase de eliminatória.

No final do jogo, o técnico nacional Baciro Cande, considerou justo o resultado, acrescentando que apesar da pressão do adversário, os Djurtus foram muito bom em termos de saber gerir o resultado.

Questionado sobre se o cansaço apresentado pelos Djurtus durante o decorrer do jogo teria a ver com os dois dias da greve feita pelos atletas, o técnico Baciro Candé não foi além de dizer que foi uma estratégia de saber gerir o tempo e tentar controlar melhor a partida.

Candé acrescentou ainda que o momento e para repousar e começar já a pensar no próximo jogo com a selecção de Moçambique.

Por seu turno, o capitão da Selecção Nacional , Zezinho Lopes, admitiu que os dois dias de pausa, influenciaram bastante no jogo demostrado sábado pelos Djurtus. Considerou, contudo, de positivo a prestação da equipa, e revela que o essencial agora e pensar no próximo jogo.

O atacante Frederick Mendi disse que o resultado foi justo e salienta que é importante vencer o primeiro jogo da eliminatória, “porque traz ânimo e motivação à equipa”.

O Jogador da Selecção Nacional de Futebol revelou por outro lado que pode não fazer parte dos próximos convocados do mister Candé, caso continuasse a ser ele mesmo a custear a sua viagem para os jogos da selecção.

ANG/LLA/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw