Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 12 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Crise política/ Presidente da República vai propor ao PAIGC indigitação de novo Primeiro-ministro

2015-09-16

(ANG) - O Presidente da República vai ainda hoje endereçar uma carta ao PAIGC para que indigite o nome do futuro Primeiro-ministro com base no cumprimento do Acórdão do Supremo Tribunal de Justiça.



Domingos Simões Pereira sublinhou que o referido processo de auscultação dos partidos políticos deverá ter duas fases, acrescentando que a primeira é precisamente com as formações políticos com assento parlamentar e depois um outro encontro de auscultação para analisar o nome proposto pelo PAIGC para o futuro chefe do governo.

"Em cumprimento dos nossos estatutos nós tentaremos responder aquilo que forem as solicitações do Presidente da República", prometeu.

Abordado sobre se o PAIGC vai reunir os seus órgãos para tomar alguma decisão da escolha do nome para o futuro Primeiro-ministro, Domingos Simões Pereira sublinhou que é uma das prerrogativas que assistem aos dirigentes do partido, frisando que sendo isto o caso vão ter que proceder desta forma.

O Secretario geral do Partido da Renovação Social(PRS), Florentino Mendes Pereira disse que o Presidente da Republica lhes informou de que irá solicitar ao PAIGC a indicação do nome do futuro Primeiro-ministro na qualidade do partido maioritário e conforme o Acórdão do Supremo Tribunal de Justiça.

"Aconselhamos ao Presidente da República para aproveitar esta oportunidade para reflectir e encontrar outros mecanismos que garanta a estabilidade do futuro governo a ser formado e para que não voltemos a mergulhar em crises", explicou.

Perguntado sobre que mecanismos é que o chefe de Estado deve adoptar, Mendes Pereira respondeu que olhando para a situação do país governar não bastam ganhar eleições, nomear o Primeiro-ministro ou Governo para ter uma estabilidade duradoira.

Mendes Pereira disse que é preciso se reflectir sobre os aspectos e causas de sucessivas instabilidades.

O líder do Partido da Convergência Democrática (PCD), Vicente Fernandes, afirmou estarem satisfeitos com o gesto do Presidente da República em manifestar a vontade de cumprir o que está previsto na Lei e devolver o poder ao PAIGC.

O Presidente do Partido Nova Democracia(PND), Iaia Djalo afirmou igualmente que o seu partido aconselhou ao chefe de Estado para devolver o poder ao PAIGC, enquanto vencedor das eleições legislativas mediante o envio de três nomes para José Mário Vaz escolher um desses nomes para o novo Primeiro-ministro. O líder do partido União para Mudança (UM), Agnelo Regala disse que o Presidente da República lhes informou de que irá endereçar uma carta ao PAIGC para que este envie o nome do futuro chefe do Governo, acrescentando que isso foi desde cedo a posição defendida pelo seu partido.

ANG/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw