Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Todas as categorias
Cultura
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Cinema/ Governo apoia participação nacional no festival da Costa do Marfim

2017-06-20

(ANG) – O Instituto Nacional do Cinema (INC), poderá beneficiar nos próximos tempos de apoio financeiro do governo, em montante não revelado, para produção de, pelo menos, dois filmes com que o país ira participar no Festiva de Cinema da Costa do Marfim, disse hoje a ANG, o presidente do INC.



Segundo Fernando Leonardo Cardoso, o INC já endereçou um pedido para o efeito ao governo, e cujo montante serviria para financiar a presença de alguns cineastas guineenses neste certame que anualmente é promovido pela União Económica Oeste Africano (UEMOA).

Leonardo Cardoso revelou que o Primeiro-ministro teria já autorizado a liquidação da verba em causa, no entanto, até a data presente não foi possível levanta-lo do tesouro público devido a burocracia do Ministério da Economia e Finanças.

Para o presidente do INC, a actual direcção daquela instituição cultural, tem desenvolvido vários trabalhos positivos em prol de cineastas guineenses.

“É do conhecimento de todos que a instalação de Instituto Nacional de Cinema se encontrava num estado de total degradação física, e demos jeito na sua reabilitação para não deixar morrer este património cultural”, referiu.

Fernando Leonardo Cardoso sustentou ainda que conseguiram reactivar a Associação Nacional dos Cineastas que há vários anos se encontrava inoperacional.

De acordo com aquele responsável, o Instituto Nacional de Cinema tem promovido semana de filmes guineenses sobretudo para a promoção de novos filmes e novos talentos que operam nesta área.

“Pois é verdade que nos últimos tempos os guineenses perderam o hábito de assistir filmes em locais públicos, por isso conseguimos introduzir ecrãs gigantes no polivalente de Instituto a fim de atrair pessoas a assistirem filmes neste espaço”, revelou Fernando Leonardo.

Acrescentou ainda que recentemente os cineastas guineenses beneficiarão de uma formação no domínio da elaboração de escrita de cenário assim como da iluminação, animado por Sulemane Biai, Flora Gomes e Domingos Sanca.

ANG/LLA/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw