Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 24 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Justiça
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Justiça/ Bastonário da Ordem dos Advogados pede demissão do Procurador-Geral da Guiné-Bissau

2017-06-21

(ANG) - O bastonário da Ordem dos Advogados da Guiné-Bissau, o advogado Basílio Sanca, exigiu terça-feira ao Presidente guineense, José Mário Vaz, a imediata demissão do procurador-geral por cometer um acto que lesa gravemente um Estado de direito e que merece repúdio total.



Reagindo à detenção de comandante Manuel dos Santos "Manecas" pela Polícia Judiciária, a mando do Ministério Público, Basílio Sanca acusa o Procurador da República, António Sedia Man, de estar a usar o aparelho judicial para proveitos políticos, o que põe em causa a confiança da instituição e coloca em risco o Estado de Direito num país que se diz ser democrático.

"Exigimos a demissão do procurador geral da República porque não tem competências técnicas e profissionais para dirigir o Ministério Público com autonomia e integridade e nada em prol da construção de um estado de direito que garanta os direitos humanos", disse Basílio Sanca em conferência de imprensa onde repudiou a detenção de Manecas dos Santos durante 24 horas.

"A atitude deste procurador aponta no sentido de retirar qualquer confiança ao Ministério Público. O que está a acontecer com Manecas não tem nada com a realização da justiça, é apenas o uso do aparelho judiciário para a perseguição das pessoas, o que é mau no Estado de Direito num país que diz ser democrático", disse ainda.

‘Manecas’ dos Santos saiu em liberdade, com termo de identidade e residência, após ter sido presente terça-feira ao magistrado do Ministério Público.

ANG/Rádio Jovem


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw