Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sexta, 24 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Sociedade
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


IIº Congresso Sociedade Civil/ Comissão Organizadora ameaça demitir em protesto contra declarações do presidente cessante

2017-07-18

(ANG) – A Comissão Organização do 2º Congresso do Movimento Nacional da Sociedade Civil vai entregar uma carta de pedido de demissão em protesto ao que considera de “declarações infelizes” proferidas recentemente pelo Presidente cessante da organização.



A notícia foi avançada hoje à ANG por um elemento da comissão que pediu para não ser identificado, e que disse que a entrega vai ser ainda esta segunda-feira ao Conselho Nacional da organização.

A comissão, na pessoa de seu porta-voz, Queba Coma apresentou hoje numa conferência de imprensa os motivos do adiamento da convenção para escolha dos delegados do Sector Autónimo de Bissau que devia ocorrer no passado Sábado.

Queba Coma reafirmou que tudo está relacionado com a doença “crónica” do Presidente da Comissão organizadora que é hipertenso.

“Por isso informamos aos delegados que já estavam no local da convenção de que Sabana Embalo tinha problemas de saúde e todas as documentações estão fechadas no seu gabinete na sede da União Nacional dos Trabalhadores da Guine (UNTG) ”, informou.

Coma afirmou que o Vice-Presidente que é o seu substituto já tinha sido dispensado dois dias antes do evento para que possa preparar-se melhor para o curso que efectua.

Disse ainda que no mesmo dia informaram aos delegados de que a comissão iria realizar o evento o mais tardar até o próximo dia 22 do mês em curso.

Entretanto, disse que a comissão registou com surpresa as declarações do Presidente cessante, Jorge Gomes, que disse que iria dissolver a comissão organizadora devido aos sucessivos adiamentos do congresso para dentro de dias criar uma nova.

Queba Coma lembrou que a Comissão Organizadora foi instituída por um Conselho Nacional de Coordenação e entidade jurídica do movimento composto por 45 membros, pelo que, salvo uma disposição deste, o presidente cessante não tem competência para dissolver a comissão.

Em relação aos gastos, o porta-voz da Comissão Organizadora do Congresso da Sociedade Civil disse que não foram especificadas, salientando que desde que a Comissão iniciou os trabalhos em Novembro do ano passado só começou a usufruir dos direitos financeiros a que cada membro tinha direito nos finais de Junho no valor de 2.500 francos CFA.

“Era isso que queríamos informar aos órgãos de comunicação social de que a Comissão está muito sereno e nos próximos tempos vamos tornar público a nossa decisão definitiva com vista a realização deste congresso” , disse Queba Coma.

ANG/MSC/ÂC/JAM/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw