Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quinta, 23 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Comunicações
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Transporte Urbano/ Más condições de estradas causam abandono de transportes públicos do trajecto Matadouro/Cuntum-Madina

2017-07-27

(ANG) – A maioria das viaturas de transporte urbano (Toca-tocas), que circulam no troço Matadouro/Cuntum-Madina, abandonaram o referido percurso devido às péssimas condições das estradas.



Segundo o que apurou hoje o repórter da ANG, junto de alguns motoristas, os proprietários das viaturas optaram por mudar de linha para outros bairros nomeadamente São Paulo, Enterramento e Antula, porque têm estradas em melhores condições.

Os condutores disseram ao repórter da ANG que nesta altura a linha de Cuntum Madina está a ser assegurada por viaturas de outros bairros dentre as quais Bairro Militar, Aeroporto e Antula-Bono.

Os motoristas numa única voz pediram o governo no sentido de asfaltar a estrada de Cuntum-Madina.

Por exemplo, Ricardo Gomes disse que a situação tem a ver com má condição da estrada, apesar dos trabalhos de reabilitação feitos recentemente pelo governo, porque quando chove a via fica quase intransitável por causa da água que cobre a estrada.

Disse que é preciso fazer algo para reduzir o sofrimento que os moradores de Madina enfrentam todos os anos na época das chuvas em termos de transporte.

Landim Badji lamentou a situação da via e reforçou o apelo ao executivo e ao Fundo Rodoviário no sentido de trabalharem na melhoria das estradas, como forma de diminuir os prejuízos provocados pelo reaparecimento das covas nas estradas.

Enquanto isso, os motoristas da via de Quelelé/ Bôr se congratulam com o trabalho que está a ser feito, mas querem que o troço seja asfaltado para que possam circular em melhores condições à semelhança de os outros bairros.

Além disso, conforme Domingos Batista, os condutores cumprem com as seus deveres, e esperam que o governo cumpra a sua parte, que passa pelo alcatroamento das estradas que estão numa situação de degradação constante.

O motorista Alberto Nhaga disse que os condutores da via de Quelelé querem uma estrada igual à de outras, como por exemplo de Aeroporto, Bairro militar e Antula, porque prestam o mesmo serviço e cumprem com os deveres e que merecem tratamentos iguais. <

ANG/LPG/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw