Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quinta, 19 de Julho de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Caso RTP e RDP/África/ “Situação será ultrapassada brevemente”, garante Primeiro-ministro

2017-08-02

(ANG) - Primeiro-ministro guineense, Umaro Sissoco Embaló, disse que Portugal e Guiné-Bissau não são inimigos e que a questão da suspensão de actividades da RTP no país vai ser "brevemente ultrapassada"



. “Entre nós e Portugal não há nenhuma contradição. Até porque a RTP está cá, mas tem funcionários guineenses. Temos responsabilidades civis e de moral com aqueles trabalhadores. Penso que brevemente vamos ultrapassar essa questão”, afirmou o chefe do executivo guineense.

Umaro Sissoco Embaló, que falava aos jornalistas após a audiência semanal com o Presidente da República, reafirmou que a Guiné-Bissau está “aberta” para conversar com Portugal e que “não há nenhum braço de ferro”, mas uma “questão que tem de ser resolvida”.

“A questão da RTP para mim é uma questão júnior. Já dei orientações ao meu ministro da Comunicação Social para contactar o seu homólogo (português) ”, salientou.

A 30 de Junho, o ministro da Comunicação Social guineense anunciou a suspensão das actividades da RTP na Guiné-Bissau, alegando a caducidade do acordo de cooperação no sector da comunicação social assinado entre Lisboa e Bissau.

O ministro justificou a decisão da suspensão das actividades da rádio e televisão portuguesas no país com questões técnicas.

O chefe do executivo guineense disse ainda ter falado com chefe de Estado sobre a subida galopante dos preços dos produtos da primeira necessidade.

Sissoco Embaló garante estar bastante sossegado apelando aos guineenses para abdicarem de “arrogância para o bem-estar do país”.

ANG/Lusa


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw