Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 12 de Novembro de 2018
Todas as categorias
Internacional
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Emigração/ Três ONGs abandonam resgates no Mediterrâneo

2017-08-16

(ANG) - As Organizações não-governamentais (ONGs) Médicos sem Fronteiras, Save the Children e Sea Watch anunciaram a suspensão das operações de resgate de migrantes no Mediterrâneo por não poderem garantir a segurança das suas equipas.



Segundo a Reuters, as ONGs referem a ameaça das forças costeiras da Líbia, que tomaram uma atitude hostil comprometendo a atuação das equipas.

“Deixamos um vazio mortal no Mediterrâneo”, declarou o fundador da organização alemã Sea Watch, referindo na sua página de Facebook que as autoridades líbias tinham emitido uma “ameaça explícita” contra ONGs operando em águas próximas da costa líbia.

O Governo italiano sugeriu nas últimas semanas que algumas ONGs facilitavam o tráfico de pessoas e enalteceu o papel da guarda costeira líbia impedindo a partida dos migrantes.

Itália aprovou na semana passada o envio de barcos militares para as águas territoriais líbias para ajudar a Marinha local a lutar contra os contrabandistas.

Para a oposição, o gesto é “hipócrita”, já que o caos inicial teria sido causado justamente pela intervenção militar italiana, em 2011, que desintegrou a Líbia.

ANG/ e-Global Notícias em Português


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw