Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 20 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Regiões
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Leste/Agricultura/ Inundações destruiram cerca de 243 hectares de arroz na bolanha de Compossa

2017-09-04

(ANG) – Cerca de 243 hectares de arroz foram destruidas por inundações na bolanha de Campossa, no sector de Bafatá, no leste, revelou o técnico do Ministério da Agricultura ali colocado.



Em declarações à imprensa, no último fim-de-semana durante a visita do Presidente José Mario Vaz às bolanhas da zona leste do país, António Mendes Tavares disse que o espaco em causa tem capacidades para produzir certa de mil toneladas de arroz e que sustenta 433 famílias.

“Este ano, a produção não conseguiu resistir as águas, uma das piores cheias de que há memoria nos ultimos10 anos. Os prejuízos são enormes e terão implicações no arranque da próxima campanha agrícola”, queixou-se.

O técnico agrícola e também responsável de Perímetro de Regados de Bafatá lembrou que o arroz não consegui aguentar 24 horas submersos nas águas e acabaram por morrer . “Nem o arroz denominado sete metros escapou a fúria da natureza”, disse.

Por seu turno, Eurico Gomes, técnico na bolanha de Fa-mandinga disse que a população local, respondendo ao apelo do Chefe de Estado e do Governo, cultivou mais de 2650 hectares de arroz.

“ Este trabalho envolveu cerca de 100 mil famílias agricultores, com uma média de 850 quilogramas por hectares . Esperávamos colher este ano mais de 2200 toneladas de arroz, disse salientando que, com a inundação perderam tudo ou seja todo o trabalho feito deu em zero.

Euricio Gomes disse que o Ministério de Agricultura e Pecuária vai recolher mais dados em todas as tabancas afectadas por este flagelo natural, porque segundo ele mais de 30 famílias e seus agregados vão sofrer por causa da má colheita na bolanha de Fa-mandinga.

ANG/MSC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw