Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 18 de Novembro de 2018
Todas as categorias
Internacional
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Senegal/ “Novo Governo vai satisfazer as necessidades das populações”, diz Dionne

2017-09-08

(ANG) – O Senegal tem desde quinta-feira à noite novo governo integrado por 39 membros, e o antigo Primeiro-ministro, Mahammed Dione foi reconduzido nas suas funções.



Dionne prometeu a satisfação das necessidades das populações no quadro do seu novo elenco.

"O novo governo vai ser marcado por uma inclinação particular sobre o satisfação dos nossos compatriotas”, disse Dionne no acto de publicação da lista de membros de sua equipa governamental, no palácio da República, em Dacar.

“Tratar-se-á de criação de empregos e da aceleração da criação de riquezas para o reforço das capacidades de produção”, afirmou explicando que é por isso que o Presidente da República decidiu criar novos ministérios entre os quais o de emprego, inserção profissional e intensificação da mão-de-obra.

Segundo Dionne, a criação de novos ministérios obedecem aos critérios que garantem o sucesso de políticas públicas.

Enumerou entre os novos ministérios, os da Boa Governação e da Proteção da Infância, o departamento da economia solidária e de Micro finanças, e o Ministério das Minas e Geologia.

Acrescentou que a satisfação das necessidades das populações levou igualmente o governo a criar um ministério encarregado exclusivamente, do sector do Turismo, e outro dedicado ao Petróleo e as Energias.

"O chefe de Estado chegou a conclusão que o sector da Cultura merece, por si só, um ministério. Temos um grande Ministério da Cultura”, disse.

Mahammed Dionne foi reconduzido nas suas funções de chefe de governo depois de entregar a sua demissão ao Presidente Macky Sall.

O novo governo integra 35 ministros e quatro ministros delegados, e oito mulheres contra seis do anterior executivo.

Saíram do governo, Mankeur Ndiaye (Negócios estrangeiros), Awa Marie Coll Seck (Saúde), Khadim Diop (Boa Governação), Viviane Laure Elisabeth Bampassy (Função Pública), Yakham Mbaye (Secretário de Estado da Comunicação), Youssou Touré (Secretário de Estado da Alfabetização), Mansour Sy (Trabalho) et Diène Faye (Secretário de Estado da Hidraulica Rural).

Entraram , Samba Sy (Trabalho), Ndèye Sali Diop Dieng (Mulher, Família e Género), Aissatou Sophie Gladima Siby (Minas e Geologia), Mame Thierno Dieng (Ambiente e Desenvolvimento Durável) et Aminata Angélique Manga (Economia Solidária e Microfinança).

Abdoulaye Diop (Emprego e Inserção Profissional), Ndèye Ramatoulaye Guèye Diop (Boa Governação e Protecção da Infancia), Ismaïla Madior Fall (Justiça) et Abdoulatif Coulibaly (Cultura).

ANG/APS


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw