Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 24 de Setembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


PRS/V Congresso/ Alberto Nambeia promete lutar para reconciliar os guineenses, se for reconduzido presidente do PRS

2017-09-12

(ANG) – O Presidente cessante do Partido da Renovação Social, Alberto Nambeia, disse que, se for reconduzido nas funções do líder dos renovadores durante o V Congresso do partido, a decorrer de 26 à 29 do corrente mês, a sua prioridade vai ser a luta para a reconciliação dos guineenses.



Nambeia que falava à imprensa no Domingo, dia 10, num jantar por ele oferecido aos veteranos e membros fundadores do PRS, no restaurante Marisqueira de Safim, disse que ao longo dos anos, descobriu que algo está a faltar no seio dos guineenses para que de facto possam ultrapassar a crise.

“Descobri que, de facto, falta um espírito de diálogo no seio dos guineenses, e o que mais reina é a demonstração da valentia. Será esta a minha futura luta para ver se conseguirei pôr fim a estas práticas e para que as pessoas possam entender uns aos outros”, prometeu.

Perguntado sobre se será uma tarefa fácil, Alberto Nambeia respondeu que no seu entender não existe nada difícil, com empenho e dedicação.

Questionado ainda se está confiante na vitória no próximo Congresso, aquele responsável disse que ninguém vai a um combate para perder, acrescentando que deve-se ter a confiança na vitória.

Alberto Nambeia apelou à todos os militantes dos renovadores a terem a consciência de que o Congresso é um fórum para o debate interno dos assuntos do partido, frisando que qualquer dos candidatos que vier a ganhar a liderança do partido será bem-vindo porque é mais um do PRS.

“Devemos ir ao Congresso abdicando-se daquelas mensagens duras que possam contribuir para a divisão interna do partido. Todos nós devemos abster-se de usar linguagens duras porque ao fim e ao cabo todos nós estamos a trabalhar para o bem-estar do PRS”, referiu.

Disse espera dos veteranos e fundadores do partido apenas apoio moral. Confrontado sobre se o V Congresso do PRS não irá desembocar na divisão interna do partido, Alberto Nambeia disse que não, acrescentando que, pelo contrário do que algumas pessoas estão a recear, a família PRS sempre soube ultrapassar as suas desavenças e divergências de ideias, porque sempre pautam pelo diálogo.

“Aliás pela grandeza do partido, tinha que existir muitos candidatos a sua liderança. É isso que demonstra que existe a democracia interna no seio de uma formação política. E essas candidaturas em vez de enfraquecer vão fortificar o PRS”, disse.

Estiveram no jantar, para além dos membros fundadores do PRS, como Mário Pires, Embunhe Encada, o veterano empresário Carlos Domingos Gomes que na ocasião recordou as suas relações com o falecido líder carismático dos renovadores Kumba Ialá.

ANG/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw