Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 10 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Crise política/ Nova organização da Sociedade Civil diz estar preocupada com falta de governo no país

2015-10-06

(ANG) – O Coordenador da Plataforma das Organizações de Sociedade Civil para a Democracia, Cidadania e Direitos Humanos afirmou esta terça-feira que “estão preocupados” com a situação de falta de governo no país há cerca de 60 dias.



A saída do encontro com o Presidente da República (PR), Vençã Mendes disse ter reunido com José Mário Vaz, essencialmente para lhe informar da criação desta nova organização.

Mendes disse que, por outro, aproveitou essa ocasião para transmitir ao Chefe de Estado a “situação difícil em que se encontra o povo” com a inexistência dum executivo até a presente data.

“A nossa preocupação é pedir encarecidamente ao Presidente da Republica e Primeiro-ministro para formarem rapidamente o governo, “porque, se o país era frágil com governo, sem governo é ainda mais frágil”, acrescentou este antigo sindicalista.

Segundo este responsável da sociedade civil, o Presidente da República, por sua vez, disse que está a fazer diligências com outras entidades competentes no sentido de se formar um novo governo nos próximos tempos.

Abordado sobre a razão da criação desta nova rede que congrega as organizações da sociedade civil no momento de crise política, Vençã Mendes afirmou que a mesma visa ser a “alternativa” às outras, “funcionando com equidistância e objectividade”, no cumprimento dos ideais de entidades similares a sua organizaçäo.

Durante esta crise política no país foram já criadas duas organizações da sociedade civil: esta e a “Aliança das Organizações de Sociedade Civil para Paz, Estabilidade e Democracia”.

Nesta audiência com José Mário Vaz, o Coordenador da Plataforma esteve acompanhado de membros da sua direcção e informou que já realizaram encontros do género com o parlamento e as representações das Nações Unidas e da União Africana na Guiné-Bissau.

ANG/QC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw