Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 24 de Outubro de 2017
Todas as categorias
Economia
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Crise política/ Prolongada instabilidade na Guiné-Bissau impede avanço económico”, diz economista Carlos Lopes

2017-09-15

(ANG) - O economista guineense Carlos Lopes considerou quinta-feira em Maputo que a prolongada instabilidade na Guiné-Bissau impede o avanço económico do país, lamentando a estagnação prevalecente no território.



"Infelizmente, a Guiné-Bissau faz parte de um grupo de países que tem uma instabilidade bastante longa e que não permite a transformação económica", declarou Carlos Lopes, falando à Lusa em Maputo.

O país, prosseguiu, enfrenta problemas de governação sérios, de âmbito constitucional e político e que contrastam com a tendência de redução de crises instituições em África.

"A África, no seu conjunto, está a ir para a frente e é uma pena que países como o meu não sigam essa tendência", acrescentou Carlos Lopes.

O guineense recebeu hoje o título Honoris Causa em "Estudos de Desenvolvimento" pela Universidade Politécnica, a maior e mais antiga instituição de ensino superior privada em Moçambique.

Após a outorga do título, Carlos Lopes proferiu uma aula de sapiência em que ressaltou a necessidade de África adotar modelos de desenvolvimento económico que promovam a proteção social, através da recuperação da força regulatória do Estado em relação aos mercados.

ANG/Lusa


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw