Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 24 de Outubro de 2017
Todas as categorias
Ensino
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Ensino público/ Directores dos liceus públicos queixam-se de fraca comparência de alunos para matrículas

2017-09-22

(ANG) – Os Directores dos liceus públicos de Bissau, nomeadamente Rui Barcelos da Cunha, Agostinho Neto e Kwame Nkrumah informaram hoje haver fraca afluência de alunos no processo de matrículas, o que pode comprometer o início do ano lectivo 2017/2018, previsto para 2 de Outubro.



Em declarações à ANG, a Directora de liceu Kwame Nkrumah Alanan Pereira, o subdirector de Rui da Cunha, Lamine Jasse e a subdirectora de Agostinho Neto, Fatu Sonco relacionaram essa ausência de alunos com as dificuldades económicas dos pais e encarregados da educação.

Segundo a directora do liceu Kwame Nkrumah as matrículas definitivas foram realizadas entre 8 e15 de Setembro, mas até hoje o número dos alunos inscritos não atingiu 50 por cento do previsto.

Por isso, Alanam Pereira receia que as aulas não abrissem no tempo previsto, apesar de estarem a trabalhar para cumprir o calendário estabelecido pela Direcção-geral do Ensino, organizando as salas de aulas e limpando o recinto escolar.

O subdirector de Rui da Cunha, Lamine Jasse admite entretanto que, com o prolongamento de matrículas e o pagamento do salário na função pública mais pais e encarregados de educação vão poder inscrever os seus educandos.

No liceu Agostinho Neto, conforme a subdirectora, Fatu Sonco, dos quatro mil alunos inscritos no ano passado estão matriculados até então apenas 1278 alunos para o presente ano lectivo.

ANG/LPG/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw