Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 26 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Economia
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Comunicações/ DG dos Correios defende criação de leis que regulam o sector

2015-10-09

(ANG) - O Director-geral dos Correios da Guiné -Bissau anunciou hoje estar em curso a elaboração de um anti -projecto de lei que vai regular o sector da actividade postal do pais.



Falando por ocasião do dia mundial dos Correios, Filomeno Cuino explicou que a referida lei irá abranger a criação de uma agência reguladora de actividades postais e disciplinar o regime de concessão de serviços públicos para ampliar a participação da iniciativa privada.

Disse que o objectivo da actual direcção dos Correios é de dinamizar a gestão das actividade e criar novos canais para a captação de mais recursos financeiros.

“Uma vez realizados todos esses anseios, os Correios da Guiné-Bissau vão poder enfrentar todos os desafios da concorrência da produtividade e da satisfação dos clientes, buscando margens de lucros competitivos com acçöes no mercado “, afirmou o DG dos Correios.

No que concerne ao atendimento das populações de baixa renda ou que residem em localidades longínqua, Filomeno Cuino afirmou que os Correios vão oferecer serviços financeiros básicos como pagamento de salários, pensões e reformas, recebedorias de contas de remessas de dinheiro por cheques postais e poupanças.

O Director-geral dos correios salientou que este modelo postal está a ser praticado com sucesso em mais de 30 países no mundo, salientando que actualmente existem uma agência de Correios em todas as regiões do país.

“Os correios constituem um importante factor de integração nacional, pela natureza dos serviços que presta, porque proporciona trocas tanto entre as grandes cidades bem como nos lugares mais remotos e de difícil acesso, “afirma.

Filomeno Cuino destacou que os Correios possuem uma forte presença na vida dos guineenses e contam com 33 agências em todo o país mais que estão inoperacional mas que merecem ser adaptadas às novas tecnologias bem como em termos de regulamentações, de organização e de administração postal.

“Nos próximos tempos o sector passará a dispor de um novo modelo de funcionamento, viável em todos os seus aspectos . Só assim, os Correios da Guiné- Bissau passarão a disputar novos mercados, adoptando parcerias e abrindo oportunidades à acção empresarial privada, ampliando os serviços que já presta e alargar novos serviços à população do país” prometeu.

Filomeno Cuino agradece a coragem e dedicação dos funcionários dos Correios e os encorajou a continuarem a lutar “porque os melhores dias virão”.

O dia mundial dos Correios foi celebrado pela primeira vez em 1874, isto é desde a era dos pombos-correios, passando pelos telefones fixos até agora na década da internet.

ANG/MSC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw