Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 18 de Novembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Política/ Coordenador do Movimento de apoio ao PAIGC acusa CEDEAO de violação de direitos fundamentais

2017-10-06

(ANG) – O Coordenador do movimento de apoio ao Partido Africano para Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) e Assembleia Nacional Popular acusou esta sexta-feira o representante da Comunidade Económica dos Estados da Africa Ocidental (CEDEAO) de estar a violar os direitos fundamentais consagrados na constituição da República da Guiné-Bissau.



Serifo Sané que falava em conferência de imprensa afirmou que o representante ameaçou mandar as tropas do ECOMIB atirar contra os membros do movimento, se estes voltarem a fazer protestos a frente da sede da organização sub-regional.

Sané disse que não vão recuar com seus protestos porque estão na sua pátria “Se o representante é um tirano, a lei nos permite manifestar”, disse.

Acusa a comunidade internacional residente no país de ter estado a assistir tudo mas sem intervir.

Serifo Sané acusou que a CEDEAO pretende declarar guerra aos guineenses, acrescentou que a organização está há vários anos no país, assistindo tudo sem fazer nada.

Por outro lado, o coordenador do Movimento de Apoio ao PAIGC e ANP acusou o Presidente da República de violação de Direitos Humanos e de estar a dividir a sociedade guineense.

ANG/JD/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw