Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sábado, 25 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Justiça
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Justiça/ “Detenção do Presidente da Federação de Futebol da Guiné-Bissau é um abuso de poder”, diz seu advogado

2017-11-03

(ANG) - O Advogado da defesa do Presidente da Federação de Futebol da Guiné-Bissau, Basílio Sanca acusou quinta-feira o Tribunal Regional de Bissau (TRB) de abuso de poder, por ter ordenado a detenção do seu cliente, por alegada ausência em sete sessões de julgamentos.



Citado pela Rádio “Jovem” o Advogado recusou todas as informações, segundo as quais Manuel Irénio Nascimento Lopes faltou sete vezes seguido sessões de julgamentos no Tribunal, num processo em que é suspeito de uma agressão física.

Basílio Sanca disse que o dirigente desportivo foi notificado três vezes pelo TRB e que uma sessão de julgamento ficou adiada não devido a ausência do seu cliente, mas sim da Juíza. “Recebemos três vezes a notificação do Tribunal. Uma vez o julgamento não teve lugar por causa da ausência da juíza e nós falhamos duas sessões devido a agenda profissional”, explicou.

Entretanto, conforme a Rádio Jovem, o Advogado de Manuel Nascimento Lopes criticou alguns órgãos de comunicação social pela forma, que não indicou, como abordaram o processo.

Por isso, exortou a imprensa a tratarem o processo com mais rigor e objectividade, garantindo por outro lado, que o seu cliente está disposto a enfrentar a justiça.

Manuel Irénio Lopes é suspeito de agressão física à um cidadão nacional, Francisco Silva Monteiro, em 2006.

ANG/LPG/ÃC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw