Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 22 de Julho de 2018
Todas as categorias
Internacional
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Venezuela/ Governo e oposição marcam reunião de diálogo para quarta-feira

2017-11-10

(ANG) – Representantes do Governo do Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e da aliança opositora Mesa de Unidade Democrática (MUD), vão iniciar, na próxima quarta-feira, um novo ciclo de diálogo, com uma reunião na República Dominicana.



A data foi confirmada pelo ministro venezuelano de Comunicação e Informação, Jorge Rodríguez, através de uma mensagem na sua conta de Twitter, depois de, na quinta-feira, a oposição anunciar que estava disponível para retomar o diálogo com o Governo, a fim de garantir transparência nas eleições presidenciais de 2018 e recuperar a democracia na Venezuela.

“Confirmo o que foi dito pelo chefe dos porta-vozes da direita Luís Florido. Reafirmo o já asseverado: o diálogo continuará a 15 de Novembro na República Dominicana e lá estaremos”, escreveu o ministro venezuelano.

Na Venezuela é frequente os ministros e o próprio Presidente Nicolás Maduro, referirem-se a toda a oposição como sendo de direita, apesar de Luís Florido ser militante do partido de esquerda Vontade Popular e de vários partidos da MUD serem ideologicamente de esquerda.

“Está em preparação um documento conjunto para acordos no âmbito da convivência e da paz que tanto amamos e merecemos”, anunciou o ministro numa outra mensagem. Jorge Rodríguez referiu-se ainda às novas sanções impostas na quinta-feira pelo Departamento do Tesouro dos Estados Unidos a dez funcionários do Governo de Caracas, incluindo dois membros da direcção do Conselho Nacional Eleitoral.

“Não é por acaso que Donald Trump impôs novas sanções e que a direita venezuelana tenha anunciado a sua disposição para continuar o diálogo. Ao regime supremacista norte-americano o que menos lhe convém é que se consolide a paz na Venezuela”, disse.

A MUD, anunciou, na quinta-feira, que estava na disposição de retomar o diálogo “sério” com o regime do Presidente Nicolás Maduro.

O anúncio foi feito pelo presidente da Assembleia Nacional (parlamento, onde a oposição é maioritária), Júlio Borges, durante numa conferência de imprensa em Caracas, em que participou também o presidente da Comissão de Política Exterior do parlamento, Luís Florido.

Segundo a oposição, o diálogo teria que contar com a presença de observadores de pelo menos seis países e teria como propósito conseguir garantias de transparência para as eleições presidenciais de 2018 e ainda a intenção de “conseguir restituir a democracia à Venezuela”.


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw