Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Todas as categorias
Ensino
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Ensino público/ Professores ameaçam prolongar a greve por mais 20 dias

2017-11-23

(ANG) - Dois dias antes do término da greve previsto para o dia 24 do corrente mês, o SINAPROF e o SINDEPROF entregaram quarta-feira ao governo um novo pré-aviso de greve com vista a observância de novas paralisações entre 27 de novembro e 22 de Dezembro.



Segundo a RFI, a paralisação de 20 dias será acompanhada de manifestações, em protesto a decisão do governo de bloquear o salário do mês de Novembro na sequência da primeira paralisação que termina esta sexta-feira.

Nos últimos dias, tudo indicava que o braço de ferro entre o governo e os dois sindicatos dos professores poderia chegar ao fim, mas as negociações caíram por terra, devido ao que os sindicatos qualificam de “intimidação” por parte do Governo.

O Sindicato Nacional-SINAPROF e o Sindicato Democrático- SINDEPROF exigem a aplicação do Estatuto da Carreira Docente promulgado desde 2011.

Os sindicatos contabilizam uma dívida por parte do governo no valor de mil milhões de francos CFA, referentes aos atrasados salariais de 2006, 2011 a 2013 e os retroativos de diferentes anos letivos, bem como os salários dos contratados de 2016.

Professores guineenses tinham posto termo à greve iniciada a 15 de Maio passado após chegarem a um acordo com o governo sobre a aplicação do Estatuto da Carreira do Docente e o pagamento dos salários em atraso.

As Escolas Públicas foram paralisadas logo depois da abertura oficial do ano lectivo em Outubro passado.

ANG/RFI


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw