Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 16 de Janeiro de 2018
Todas as categorias
Economia
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


BAD FINANCIA PROJETO DE PRODUÇÃO DE ARROZ NA GUINÉ-BISSAU COM 5,7 MILHÕES DE EUROS/

2017-12-07

(ANG) - O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e o Governo da Guiné-Bissau assinaram hoje um acordo de financiamento de 5,7 milhões de euros para desenvolver o Projecto de Desenvolvimento da Cadeia de Valor de Arroz.



A assinatura do projecto, que já tinha sido aprovado em Janeiro deste ano, ocorreu durante a reunião para a revisão anual conjunta do Programa de Cooperação entre a Guiné-Bissau e aquela instituição financeira.

"O BAD vai continuar a apoiar o desenvolvimento" do país, afirmou a directora regional adjunta daquela instituição financeira, Marie Laure Olugbabe.

Segundo a responsável, as prioridades do BAD na Guiné-Bissau são em primeiro lugar a electricidade e em segundo lugar a agricultura.

"Há mais de 40 anos que beneficiamos do importante do apoio do BAD que tem um impacto importante na vida dos guineenses", disse o ministro das Finanças, João Fadiá, sublinhando que o apoio é visível nos sectores da energia, pescas, educação e assistência jurídica, que permitiu um perdão de dívida à Guiné-Bissau.

O projecto de Desenvolvimento da Cadeia de Valor de Arroz tem como objectivo modernizar as infra-estruturas agrícolas e desenvolver a produção de arroz e vai beneficiar cerca de 60.000 famílias rurais das regiões de Bafatá e de Oio. No encontro, a responsável do BAD anunciou também que a instituição financeira vai voltar a colocar um representante na Guiné-Bissau, depois de ter sido retirado em 2011.

Uma missão do BAD iniciou segunda-feira contactos com as autoridades para a revisão conjunta da cooperação com o país.

A última revisão anual conjunta realizou-se em Setembro de 2016.

Desde o início da cooperação entre a Guiné-Bissau e aquela instituição financeira, em 1976, já foram aprovadas 56 operações num montante de cerca de 200 mil milhões de francos cfa (cerca de 304 milhões de euros).

ANG/Conosaba/Lusa


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw