Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 19 de Novembro de 2018
Todas as categorias
Sociedade
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Caridade/ Ecobank oferece fontenário a vila de “Djaal de Baixo”

2017-12-12

(ANG) – A população de Djaal de Baixo, no sector de Safim beneficiou no fim-de-semana de um novo furo de água financiado pelo banco “Ecobank”, no âmbito da celebração do dia desta instituição, 9 de Dezembro.



A cerimónia de inauguração e consequente entrega desta nova infra-estrutura contou com a presença do Director Geral dos Recursos Hídricos, Inussa Balde, em representação do Ministro dos Recursos Naturais e do governador da região de Biombo.

Na ocasião, Inussa Balde lembrou que o acesso a água potável se trata de um direito fundamental que assiste a todos, particularmente, os mais vulneráveis. No entanto, indicou que antes de Junho de 1998 Biombo contava com pelo menos 219 furos de água, mas que devido a falta de manutenção e de reciclagem de pecas, a maioria destas bombas acabou por deteriora-se.

“Até 1998, o nível de cobertura em termos de construção de furos de água era de 75 por cento no pais”, esclareceu Inussa Balde que reconheceu que depois deste período houve regressão em termos de investimentos, sobretudo da parte dos parceiros externos, no sector da água.

Não obstante toda esta situação, o Director geral dos Recursos Hídricos garantiu que o executivo esta a construir e recuperar furos de água em Farim, Bafata e a melhorar a rede de abastecimento em Bissau.

“O governo prepara-se para investir 300 milhões de francos Cfa no abastecimento de água” anunciou tendo revelado ainda que, em breve, a União Económica e Monetária Oeste Africana (UEMOA) também vai financiar a construção de pelo menos 200 furos nas regiões de Biombo, Cacheu e Bafata.

Sobre a infra-estrutura inaugurada em Djaal, o representante do Ministro dos Recursos Naturais assegurou para breve o envio de técnicos que irão ajudar a população na gestão da mesma, através de criação de uma comissão local.

Entretanto, o membro do Conselho de Administração do Ecobank, Adelino Handem começou por referir que 400 mil guineenses não têm acesso a água potável, por isso estão expostos a várias doenças ligadas ao consumo de água inapropriada.

Segundo este responsável, foi por isso que aquela instituição bancaria entendeu por bem intervir, através da construção deste furo e entregue a população no âmbito do seu dia anual que tem por lema este ano “Água Potável para Promover uma vida Saudável”.

A Directora da Ecobank Bissau, reforçou ainda que o gesto visa abastecer a população local com água potável, prevenir doenças conexas, tais como diarreia e diminuir o sofrimento das mulheres “nas suas longas e penosas” caminhadas em busca de água para suas necessidades básicas.

O Regulo de Djaal, Joãozinho Nanque agradeceu a Ecobank por esta oferta e pediu que seja construído mais uma bomba no local para cobrir a necessidade de toda a população do seu reinado.

Desde a cinco anos atrás que o Ecobank, instituição financeira sedeada em 34 países da África, celebra o dia 9 de cada mês retribuindo a comunidade com um gesto. No quadro das celebrações deste ano, o banco forneceu poços e tanques poli de água bem como filtros, distribuidores e tratamento de água nas comunidades mais necessitadas no continente negro.

ANG/JAM


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw