Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 18 de Novembro de 2018
Todas as categorias
Saúde
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Tracoma/ Director da Saúde visual fez balanço positivo da campanha de distribuição gratuita de medicamentos

2017-12-14

(ANG) – O director da Saúde visual da Guiné-Bissau considerou de positivo o balanço da campanha de distribuição gratuita de medicamentos preventivo da tracoma.



Em declarações hoje à ANG, Menu Nabicassa disse que a campanha decorreu em Novembro em cinco regiões do país concretamente Oio, sector sanitário de Farim, Bolama Bijagós,Tombali e Quinara, no quadro do Programa de Governo de Luta para eliminação da Tracoma até 2020.

O médico de vista justifica a sua afirmação com uma cobertura de 85 à 96 por cento nas regiões de Oio e Tombali.

Instado a falar sobre a situação actual da tracoma no país disse que é satisfatória em relação há dez anos atrás, acrescentando que nesta altura a taxa de prevalência nacional que era de 19 por cento hoje em dia registou uma redução significativa.

Quanto ao problema de tiqueasses, Nabicassa afirmou que a prevalência nacional era de dois por cento, mas de momento assentou-se em quase zero por cento.

Sublinhou que isto demonstra que actualmente no país não há casos de cegueiras causadas por esta doença, devido as campanhas de distribuição gratuita de medicamentos.

Indicou que os sintomas da doença de tracoma são as dificuldades de visão nas claridades e dores e lágrimas constantes nos olhos.

Nabicassa explicou que a Tracoma é uma doença infecciosa, que infecta pessoas de todas as idades, com maior incidência nas crianças, devido ao contato com os lixos e em consequência disso, as mulheres por serem elas a cuidarem dos filhos.

Por isso, o médico aconselha a prática de higiene facial tanto para as crianças como para os adultos para se evitar a contaminação de várias doenças, tais como a Tracoma.

Disse que depois da conclusão e dos trabalhos de distribuição de medicamentos no próximo ano nas cinco regiões, acredita que até 2020 o país estará em condições de apresentar documentos que declaram o fim da doença junto da Organização Mundial de Saúde.

ANG/LPG/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw