Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 22 de Maio de 2018
Todas as categorias
Comunicações
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


FAAPA/ Assembleia-Geral Marcada pela Eleição de Cabo Verde ao Conselho Executivo e introdução de 2º Secretário-geral

2017-12-20

(ANG) – Cabo-Verde foi eleito sexta-feira membro do Conselho Executivo da Federação Atlântica das Agencias de Noticias Africanas (FAAPA), enquanto o Benin foi escolhido para exercer as funções de 2º Secretário-geral da organização.



As escolhas tiveram lugar no segundo e último dia da Assembleia-geral da FAAPA que decorreu de 14 a 15 de Dezembro em Casablanca, na qual participaram cerca de trinta países membros desta organização pan-africana das Agencias de Noticias.

A proposta inicial avançada pelo representante da Guiné-Bissau e imediatamente apoiada por Cabo Verde e São-Tomé e Príncipe, era que fosse a ANG, enquanto primeiro órgão dos países da Língua portuguesa a aderir a FAAPA, a preencher o lugar, no entanto, acabou por cair sob o argumento da ausência do seu Director-Geral no conclave.

A Nigéria, tal como Cabo Verde, levou a melhor em relação a países como o Senegal e Togo que também concorreram para o segundo lugar em lista.

Antes da escolha destes países, os participantes do encontro procederam a revisão dos Estatutos da organização, nomeadamente a alteração do número dos membros do Conselho Executivo, que agora passou de sete para nove elementos.

Igualmente, no âmbito das mexidas efectuadas nos Estatutos, foi introduzida a figura de 2º Secretário-geral, que cuja escolha depois acabaria por recair na pessoa do ex- director-geral da Agência de Notícias do Benin, Mathias Agtiniong.

Durante os trabalhos, o Secretário-geral do FAAPA, Mohamed Anis apresentou os relatórios financeiros e de actividades do último ano, os quais foram unanimemente aprovados pelos participantes.

Este responsável informou ainda que a FAAPA enviou correspondências solicitando parcerias com o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e a União Africana (UA), mas, no entanto, até agora as duas organizações não responderam.

Revelou igualmente que a Direcção da organização assinou acordos de parceria com organizações homônimas da FAAPA, nomeadamente Aliança das Agências da Ásia e Pacífico (WANA), bem como com a Aliança Mediterrânica das Agências de Notícias (AMAN).

No âmbito do compromisso firmado com esta última, será organizado um seminário conjunto de alto nível, em Abril do próximo ano em Barcelona, Espanha.

“Estabelecemos contactos também com organizações como UNESCO, a União Europeia, o FMI, o Banco Mundial, a FAO e todas as outras organizações da ONU no sentido de proporcionarem acreditação ao FAAPA nas suas actividades internacionais”, sublinhou Anis.

Entretanto, o Presidente do FAAPA, Khalil Ashimi Idrissi deplorou o facto de, apenas, 8 países é que tem suas quotizações em dia, tendo exortado aos “devedores”, incluindo a Guiné-Bissau, de procederem o mais rapidamente possível a regularização da situação.

Outrossim, o Presidente da organização exortou aos países membros a mobilizarem patrocinadores locais para aliviar os encargos financeiros da FAAPA.

José Augusto Mendonça, enviado especial da ANG a Casablanca, Marrocos


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw