Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sexta, 20 de Abril de 2018
Todas as categorias
Cooperação
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Transportes terrestres/ Administrador da STGB anuncia abertura da ligação Bissau/Gâmbia

2018-01-19

(ANG) – O administrador da empresa Sociedade de Transportes da Guiné-Bissau (STGB) anunciou hoje que a empresa vai dentro proceder a abertura da linha internacional Bissau/Banjul.



Em entrevista exclusiva à ANG, Charbel Saad afirmou que a empresa está à espera de documentos de autorização, tanto das autoridades guineenses como gambianas para iniciar a operação.

“O nosso objectivo é colocar a empresa na rota internacional com melhores condições, ar condicionado nos autocarros, televisão e preços acessíveis de forma a dar mais conforto aos passageiros”, disse.

Charbel Saad referiu que a STGB opera no país há mais de 14 anos e dispõe actualmente de 11 autocarros que fazem a ligação de Bissau ao interior do país e assume igualmente o transporte de funcionários públicos mediante acordo assinado com o governo desde 2006.

Instado a dizer sobre as recentes denúncias do Sindicato dos Motoristas de que as empresas de autocarros que operam no país não carregam os passageiros no Terminal de Bissau mas sim nas vias públicas, respondeu que a população tem o direito de escolher onde quer embarcar.

“As pessoas têm o direito de ir nesta ou aquele transporte. Se pretendo vou procurar transporte no Terminal ou no autocarro. Isso depende dos passageiros”, disse.

Charbel Saad sustentou que todas as empresas de autocarros que operam no país não podem colocar as suas viaturas no Terminal de Bissau porque não há espaços para o efeito.

O administrador da STGB sublinhou que o futuro dos transportes são os autocarros por serem mais seguros e confortáveis e para além de dar melhor imagem ao país.

“Mas a Direcção Geral de Viação deve limitar a concessão de Alvarás para melhor controlar a situação. Não podem dar licenças a uma pessoa que tem apenas um ou dois autocarros para igualmente não prejudicar os transportes mistos que usam o Terminal”, aconselhou.

ANG/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw