Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 17 de Julho de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


PAIGC/ Impedimento de realização do Congresso/ Reacção de Domingos Simões Pereira

2018-01-30

(ANG) – O líder do PAIGC, na sua pagina no facebook disse tratar-se de algo particularmente grave-impedir o partido o acesso a sua sede para a realização da sua reunião magna já com presença de quase todos os delegados nacionais e da diáspora, e tendo os convidados internacionais por testemunhas(Cabo Vede, Mocambique, Africa do Sul, Sérvia e Comité Africa da Internacional Socialista), já em Bissau.



“Se acrescentar que tudo isso acontece em frente ao Palácio da República na noite que antecede uma ronda de auscultações convocadas pelo Presidente da República, ficaria lançada a discussão se esta não será mais uma farsa, ou simples descoordenação de movimento pelos diferentes membros”, refere o líder do PAIGC.

Intitulada a sobrevivência da Democracia na Guiné-Bissau, na reação no Facebook , Domingos Simões Pereira salientou que forças que deviam ser da ordem, se preparam para tomar de assalto a sede do maior partido político da Guiné-Bissau, o histórico PAIGC.

“Tudo sob o olhar sereno e algo cúmplice da ECOMIB, mesmo depois da sua estrutura mãe, a CEDEAO, ter garantido que daria a cobertura de segurança necessária”, vincou.

Simões Pereira sublinha que o pretexto encontrado é a existência de providências cautelares que impedem a realização do conclave, mas, estranha que depois de dezenas de outras terem sido resolvidas por exibição, pelo partido, de provas que deitaram por terra todas as alegações, é a polícia que chama a si esta incumbência de tomar de assalto a sede de um partido político.

“Nada de estranho pois já haviam ensaiado essa solução em várias ocasiões e circunstâncias”, disse.

Domingos Simões Simões Pereira fecha o texto com a a convicção de que “as próximas horas e dias deverão resolver muitas coisas no cenário político da Guiné-Bissau”.

ANG/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw