Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sábado, 18 de Agosto de 2018
Todas as categorias
Destaques
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Timor-Leste/ Presidente da República convoca eleições antecipadas para 12 de Maio

2018-02-09

(ANG) – O Presidente da República timorense, Francisco Guterres Lu-Olo, convocou eleições parlamentares antecipadas para 12 de Maio, num voto do qual sairá a nova composição do Parlamento Nacional e, posteriormente, o VIII Governo constitucional.



O Jornal da República publicou hoje o decreto assinado por Francisco Guterres Lu-Olo com a data de quarta-feira e que marca o arranque formal do processo eleitoral no país.

“No uso da competência que lhe é conferida pelo artigo 86 da Constituição da República Democrática de Timor-Leste, o Presidente da República decreta: é marcado para o dia 12 de Maio de 2018 a eleição dos deputados ao Parlamento Nacional”, refere o decreto.

“O presente decreto entra em vigor no dia 20 de Fevereiro”, data em que, formalmente, começam a aplicar-se todos os prazos associados ao voto, definidos pela lei de eleições parlamentares aprovada no ano passado.

Estas serão as quintas eleições parlamentares de Timor-Leste desde a restauração da independência de Timor-Leste e ocorrem 10 meses depois das anteriores, que se realizaram a 22 de Julho do ano passado.

O voto é necessário depois de Lu-Olo ter anunciado a 26 de Janeiro a dissolução do Parlamento Nacional como solução para o impasse político que se vivia há vários meses em Timor-Leste.

A data de 12 de Maio tinha sido proposta pelos órgãos eleitorais, Comissão Nacional de Eleições (CNE) e Secretariado Técnico da Administração Eleitoral (STAE) cujo calendário eleitoral contou ainda com o acordo das cinco forças com assento parlamentar.

O calendário eleitoral vai ser agora divulgado pelos órgãos eleitorais sendo que se prevê uma campanha eleitoral de 30 dias e dois dias de reflexão antes do voto. ANG/nforpress/Lusa


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw