Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 19 de Novembro de 2018
Todas as categorias
Sociedade
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Protestos/ Polícia proíbe vigília frente à embaixada do Senegal

2018-02-15

(ANG) - A polícia da Guiné-Bissau proibiu no Sábado uma vigília que os Cidadãos Inconformados queriam realizar em frente à embaixada do Senegal para protestar contra os assassínios de cidadãos guineenses nas regiões da fronteira entre os dois países.



Sumaila Djaló, porta-voz do movimento, constituído essencialmente por jovens dos liceus e universidades guineenses, indicou à Lusa que a polícia ´acabou por apresentar alegações contraditórias´ momentos antes do início da vigília.

«Uns disseram-nos que estavam no local para garantir a segurança da nossa ação, outros afirmaram que não podiam permitir que a vigília tivesse lugar», defendeu Sumaila Djaló.

Incidentes na fronteira envolvendo mortes de cidadãos guineenses tem estado a ocorrer com maior frequência nos últimos meses.

O último caso foi de um cidadão do leste da Guiné-Bissau alvejado a tiro pela polícia senegalesa quando elementos da delegação em que seguia para uma cerimônia religiosa no Senegal não se entenderem com as autoridades fronteiriças senegalesas acerca da exigência de pagamento de 2.500fcfa a cada viatura.

A polícia senegalesa ainda terá disparado sobre vários outros cidadãos que ficaram feridas nas pernas, segundo relatos de testemunhas.

ANG/Lusa


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw