Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quinta, 26 de Abril de 2018
Todas as categorias
Destaques
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Amnistia Internacional/ Recuo da pena de morte no mundo

2018-04-14

(ANG) - A ONG de defesa de Direitos Humanos Amnistia Internacional publicou quinta-feira o seu relatório anual sobre a pena de morte em 2017, prática que recuou de 4 por cento em relação a 2016 com 993 execuções em 23 países em 2017.



No ano passado, segundo a AI , a pena de morte baixou de 39 por cento comparando com 2015, altura em que se atingiu o record de 1634 execuções.

De acordo com a Amnistia Internacional, a China foi o país onde a maior parte das execuções poderão ter ocorrido, a organização mencionado que este país não comunica os seus dados. Contudo, para além da China, a AI refere que o Irão, a Arábia Saudita e o Paquistão somaram juntos 84% das execuções, a ONG de defesa dos Direitos Humanos observando contudo que se registou uma diminuição de 31% da aplicação da pena de morte no Paquistão e de 11% para o Irão.

Entre os países onde esta prática tem vindo a diminuir substancialmente em 2017, a Amnistia internacional destaca ainda o Egipto onde a pena de morte baixou de 20 por cento, a AI citando ainda em exemplo a África subsaariana, um "farol de esperança" para a abolição da pena de morte, em particular a Guiné Conacri que se tornou no ano passado o 20° país da região a abolir totalmente essa prática.

Ao evocar estes sinais que qualifica de "positivos", Pedro Neto, director executivo desta ONG em Portugal não deixa contudo de mencionar o caso da Guiné Equatorial, país da CPLP que, apesar de uma moratória, faz parte dos 20 países onde a pena de morte ainda não foi abolida.

ANG/RFI


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw