Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 21 de Maio de 2018
Todas as categorias
Destaques
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Função Pública/ Secretário-Geral de UNTG acusa governo de ser principal violador da Lei

2018-04-26

(ANG) - O Secretário-geral da União Nacional dos Trabalhadores da Guiné (UNTG) acusou o governo guineense de ser o principal violador de Lei do país, porque não cumpre acordos assinados.



Júlio António Mendonça, falava hoje no acto de abertura das festividades comemorativas do 1º de Maio, Dia Mundial de Trabalhadores, e do Dia da fundação da UNTG, 18 de Maio.

O líder sindical disse que o Governo exige o cumprimento da lei só quando lhe favorece, acrescentando que essa realidade se tornou visível durante a crise política que atualmente assola o país.

"O governo não cumpriu com a lei promulgada pelo Presidente da República, que determina o reajuste de salários dos funcionários públicos" disse o Secretário-geral da UNTG

Exortou ainda os trabalhadores para refletirem sobre as suas condições laborais atuais e exigirem a sua melhoria em vez de esperar pelos políticos.

Júlio Mendonça defende que os trabalhadores devem usufruir dos ganhos das instituições onde prestam serviços, para melhorar a sua condição de vida e a de familiares.

Considerou um contra-senso, o novo controlo electrónica das presenças a ser introduzido em diferentes Ministérios sem se pensar na melhoria das condições laborais dos servidores de Estado.

“As condições de trabalhos são péssimas, mas o governo não importa e só se interessa com as presenças e produções dos trabalhadores”, criticou.

Por sua vez, o Presidente da UNTG, Pedro Soares de Carvalho, referiu-se ao Pré-aviso de greve para confirmar a paralisação prevista para o dia 07 de Maio, para exigir ao governo o cumprimento do acordo de reajuste salarial.

Pedro de Carvalho pediu a maior adesão dos funcionários públicos à esta reivindicação.

ANG/CP/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw