Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 17 de Julho de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Política/ Novo governo da Guiné-Bissau Política

2018-04-27

(ANG) – O novo elenco governamental foi quarta-feira tornado público em Bissau através de decretos presidenciais e é composto de 26 elementos: 18 ministros e oito secretários de estado.



O Primeiro-ministro, Aristides Gomes vai acumular a pasta da economia e finanças.

Para a Presidência do Conselho de Ministros e Assuntos Parlamentares, a escolha recaiu no líder do Partido União para a Mudança (UM), Agnelo Augusto Regala.

A pasta dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e das Comunidades, foi confiado a um estreante nas lides governamentais, João Ribeiro Có. No Ministério da Defesa Nacional foi reconduzido o Eduardo Costa Sanhá.

Para o Ministério do Interior foi nomeado um outro estreante Mutaro Djaló, que até aqui exercia as funções do Director para Administração e Finanças naquele ministério.

O pelouro do Comércio,Turismo e Artesanato foi devolvido ao líder do Partido da Convergência Democrática (PCD), Vicente Fernandes que exercia as mesmas funções no demitido executivo de Domingos Simões Pereira.

O médico Camilo Simões Pereira foi confiado a pasta da Educação, Ensino Superior, Juventude, Cultura e Desportos, enquanto que o Ministério das Obras Públicas, Construção e Urbanismo vai ser dirigido por António Óscar Barbosa (Kancan).

O Ministério da Administração Territorial estará a cargo da senhora Ester Fernandes que exercia as funções da secretária de Estado da mesma instituição no executivo de Domingos Simões Pereira.

O líder do Partido Nova Democracia (PND), Iaia Djaló foi nomeado Ministro da Justiça e Direitos Humanos. O Ministério das Pescas foi confiado a Adiatu Djaló Nandigna.

Nicolau dos Santos foi reconduzido a testa do Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, enquanto que, António Serifo Embaló assumirá o Ministério da Energia, Indústria e Recursos Naturais.

O Ministério dos Transportes e Comunicações terá como novo líder, Mamadú Serifo Jaquité, assessor principal do antigo titular daquela pasta.

Para o pelouro da Reforma Administrativa, Função Pública e Trabalho foi nomeado o até então Director-geral da Imprensa Nacional (Inacep), Fernando Gomes.

No Ministério dos Combatentes da Liberdade da Pátria foi reconduzido o Aristides Ocante da Silva e igualmente no Ministério da Comunicação Social foi reconduzido Victor Gomes Pereira.

Maria Inácia Có Sanhá foi nomeada ministra da Saúde, Família e Coesão Social.

Para a Secretaria de Estado das Comunidades foi nomeado Queba Banjai. E para a Secretaria de Estado da Gestão Hospitalar, Pauleta Camará.

João Saad foi nomeado Secretário de Estado da Energia, e a Secretaria de Estado do Ambiente está a cargo de Quita Djaló.

A Secretaria de Estado do Tesouro estará a cargo de Suleimane Seidi enquanto que a de Orçamento e Assuntos Fiscais terá a testa, o João Alberto Djatá.

O advogado Humiliano Alves Cardoso, que no elenco demitido era secretário de estado da Administração Territorial foi nomeado Secretário de Estado do Plano e Integração Regional. Florentino Fernando Dias, Secretário de Estado da Juventude, Cultura e Desportos.

O novo elenco governamental conta apenas com cinco caras femininas e vai ser empossado ainda esta quinta-feira.

ANG/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw