Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 10 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Religião
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Religião Primeiro grupo de 247 peregrinos guineenses já se encontram em Meca

2018-08-17

(ANG) – O primeiro grupo de peregrinos de 247 pessoas partiu quinta-feira para a cidade santa de Meca, na Arábia Saudita onde irão cumprir os rituais do quinto pilar do Islão.



No Aeroporto Internacional de Bissau, antes de embarque, o Primeiro-ministro pediu-lhes que rezassem não apenas para as suas famílias mas também para todo povo da Guiné-Bissau.

“Temos plena consciência de que, se existe o país com enormes potencialidades de desenvolver quando houve estabilidade é a Guiné-Bissau. O nosso país tem todas as riquezas necessárias para avançar rumo ao progresso e a única coisa que nos falta é o sossego”, salientou Aristides Gomes.

O Primeiro-ministro disse que, se os guineenses têm uma atenção com Deus através de rezas pedindo a paz e tranquilidade, o país terá a estabilidade almejada como outros países do mundo.

Aristides Gomes ainda destacou que a deslocação dos peregrinos à Meca é uma missão de paz, salientando que é por causa disso que o governo fez todos os esforços para que haja um número máximo de guineenses na peregrinação do presente ano.

“Felizmente mais de mil fiéis muçulmanos guineenses vão deslocar a cidade santa de Meca. Portanto, a responsabilidade é grande, sobretudo num momento em que vamos para as eleições”, declarou.

Pediu aos peregrinos para que rezassem para que as eleições decorram num clima de paz e entendimento e para que sejam organizadas com tranquilidade.

“Em primeiro lugar todos devem se recensear para depois votarem e que o partido vencedor que governe o país rumo ao desenvolvimento”, apelou o Primeiro-ministro.

Por sua vez, o Comissário Nacional da Peregrinação, Botche Candé exortou aos peregrinos para irem pedir a Deus para que haja entendimento entre o Presidente da República e o Primeiro-ministro.

Segundo Botche Candé o governo disponibilizou dois milhões e meio de francos CFA a cada peregrino que beneficiou da bolsa para a cidade santa de Meca .

A deslocação dos peregrinos à cidade santa de Meca será dividida em três voos, sendo o primeiro, já realizado, de 247, o segundo previsto para hoje dia 17 irá contemplar 240 peregrinos e os restantes viajarão amanhã, dia 18 do corrente mês, perfazendo um total de 1276 peregrinos.

ANG/ÂC//SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw