Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 12 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Desporto
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Desporto/futebol/ Governo promete pagar todas as dívidas aos jogadores da Selecção Nacional

2018-08-20

(ANG) – O Governo da Guiné-Bissau prometeu esta semana pagar todas as dívidas contraídas com os jogadores da Seleção Nacional de Futebol, nomeadamente os prémios dos jogos e a participação no Campeonato Africano de Futebol 2017.



Citado pela Rádio Jovem, o secretário de Estado da Juventude Cultura e Desportos, Florentino Fernando Dias disse que o Governo está a preparar muito bem o jogo da Seleção Nacional de Futebol com a sua congénere de Moçambique agendado para o dia 8 de Setembro, em Maputo.

Segundo o governante, já estão em contacto com a Federação Nacional de Futebol, o selecionador, bem como os capitãos de equipa de modo a permitir que não haja sobressaltos maiores em relação ao próximo jogo.

“O Governo vai pôr todos os meios a disposição para que o jogo se realiza na data prevista. Estamos a levantar os dados para ter a certeza das dívidas existentes. O executivo vai assumir a responsabilidade de os pagar através de um calendário que será fixado com os capitãos da equipa nacional”, informou.

O Secretário de Estado da Juventude Cultura e Desportos garantiu que a selecção nacional vai enfrentar a sua congénere de Moçambique na segunda jornada do apuramento para o próximo campeonato africano, a realizar nos Camarões, no próximo ano com os mesmos jogadores de costume.

Numa carta aberta dirigida recentemente à Federação de Futebol, os jogadores condicionam a sua participação no jogo contra Moçambique ao pagamento das dívidas de prémios de jogo e de subsídios de participação em diferentes competições.

Relativamente as reclamações de clubes sobre a má gestão de fundos disponibilizados pela FIFA por parte da Federação de Futebol da Guiné-Bissau(FFGB), Florentino Fernando Dias disse que vão posicionar depois de conhecer melhor o relatório sobre o assunto.

Salientou que a Federação tem uma certa autonomia, mas o Governo vai conhecer a situação e ajudar a resolver na medida das possibilidades.

Um grupo de dirigentes do futebol acusou a direcção da FFGB de má gestão de fundos disponilizados pela FIFA, razão pela qual o grupo pede auditorias da FIFA à FFGB.

ANG/MSC/ÂC//SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw