Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 16 de Outubro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Eleições de 18 de Novembro/ “MADEM-G15” responsabiliza o governo pelo atraso de início de recenseamento eleitoral

2018-08-24

(ANG) - O Partido Movimento para Alternância Democrática (MADEM-G15), acusou o Governo de Aristides Gomes de ser o responsável pelos atrasos de início do recenseamento eleitoral.



A acusação foi expressa quinta-feira pelo presidente do partido MADEM-G15 Braima Camará, no acto de lançamento oficial de inscrição dos membros do Movimento que decorreu sob o lema “Anós i Canto na MADEM-G15”.

Braima Camará disse que a prioridade do governo devia ser o de transportar 300 “Kits” de China para a Guiné-Bissau de forma a não alterar a data prevista para a realização das eleições legislativas.

“Infelizmente, o governo da Guiné-Bissau está mais preocupado com as questões de comprar carros e resolver outros assuntos desnecessários do que empenhar em concretizar as eleições legislativas na data prevista”, referiu Braima Camará.

O coordenador de MADEM-G15 lançou um apelo ao governo no sentido de utilizar os “kits” que restaram das eleições de 2014 e que foram doados pela República de Timor-Leste.

Por sua vez, o terceiro vice-presidente do MADEM G15, Úmaro Sissoco Embaló, prometeu evidenciar esforços junto da Comunidade Internacional para a que a data de 18 de Novembro, prevista para a realização das eleições legislatvas não seja comprometida.

“Realizar eleições na data prevista significa contribuir na busca para estabilidade do país. É necessário que todos se empenhem na busca de solução para que a data prevista não seja alterada”, disse Umaro Sissoco Embalo.

O início de recenseamento eleitoral na Guiné-Bissau estava previsto para 23 de Agosto corrente mas acabou por não ser cumprido devido o atraso na chegada dos “Kits” prometido pela República da Nigéria.

ANG/AALS/ÂC//SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw