Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 16 de Outubro de 2018
Todas as categorias
Internacional
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Angola/ MPLA renova seus quadros dirigentes

2018-09-11

(ANG) - Os cerca de 2500 delegados que participaram no 6° congresso extraordinário do MPLA, elegeram sábado com mais de 98% dos votos o novo Presidente do partido e actual chefe de Estado, João Lourenço, que sucedeu a José Eduardo dos Santos que esteve à frente do partido e do país durante quase 40 anos.



Durante o congresso foram igualmente renovados os quadros dirigentes do partido no poder, tendo chegado pela primeira vez à vice-presidência do partido uma mulher, Luísa Damião, antiga jornalista e deputada do partido desde 2012.

Eleita com 229 votos, ou seja 66,76% da totalidade dos 348 membros do Comité Central presentes, a nova vice-presidente do partido chegou à frente de outra candidata, Carolina Cerqueira, membro do Comité Central e do Bureau Político do MPLA, que obteve 102 votos, ou seja quase 30% dos votos.

Com carreira de jornalista, Luísa Damião foi secretária nacional para informação e novas tecnologias da OMA, organização feminina do MPLA, foi igualmente membro da direcção da agência noticiosa Angop e tem exercido o cargo de deputada do MPLA nos últimos seis anos.

No âmbito do congresso, foi igualmente eleito com 257 votos, ou seja 73,85% dos votos Álvaro de Boavida Neto como secretário-geral do MPLA, frente ao primeiro secretário provincial do partido na Lunda Norte, Ernesto Muangala, com 84 votos. Nascido em 1959 no Huambo, Boavida Neto já foi governador da província do Namibe e é actualmente governador e primeiro secretário do MPLA no Bié.

Na sequência da votação de sábado, ele substitui no cargo de secretário-geral do MPLA, António Paulo Kassoma.

Neste processo foi ainda eleito o novo Bureau Político com 54 membros, dos quais não constam mais figuras como Dino Matross, Paulo Kassoma, Roberto de Almeida, ou ainda Higino Carneiro, a primeira reunião deste órgão renovado esta agendada para esta segunda-feira, no intuito de eleger o seu novo secretariado.

ANG/RFI Publicada por ANG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw