Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 15 de Outubro de 2018
Todas as categorias
Internacional
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Síria/ Exército abate avião russo mas Moscovo acusa Israel

2018-09-19

(ANG) - A força anti-aérea síria abateu esta madrugada um avião russo Il-20 que levava a bordo 15 militares russos regressando, duma missão, à sua base, em Hmeymin, na Síria, mas Moscovo, acusou Israel de ter provocado uma situação de perigo no momento em que o avião estava a aterrar.



O ministério russo da Defesa, começou por declarar que o avião tinha desaparecido dos radares, quando se encontrava a 35 quilómetros da costa síria, numa altura em que forças de Israel e da França levavam a cabo uma operação aérea contra o exército sírio.

O ministro russo da Defesa, Sergueï Choigou, afirmou, que a Rússia, pondera retaliar ao ataque israelita do avião russo.

Moscovo acusa assim Israel de ter criado deliberadamente a situação perigosa sem avisar o comandante russo que estava em curso a operação de ataque.

A França já desmentiu que tenha participado nessa operação aérea contra a Síria. Em Moscovo, o ministério dos Negócios estrangeiros, convocou apenas o embaixador de Israel, para esclarecimentos, sem que tenha sido feita alusão a França.

Até agora não houve qualquer reacção da presidência russa. Mas, o presidente russo Putin deve falar ao telefone ainda esta noite com o primeiro-ministro israelita, Benjamim Netanhyaou.

Aliás, Israel, reconheceu ter abatido o avião russo, mas acusou os presidentes da Síria e do Irão pelo aconteceu.

ANG/RFI


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw