Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quinta, 15 de Novembro de 2018
Todas as categorias
Internacional
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Senegal/ Presidente senegalês defende formação de imanes na luta contra terrorismo

2015-11-10

(ANG)- O Presidente senegalês, Macky Sall, defendeu segunda-feira, em Dakar, a formação dos imanes africanos para contrariar os discursos fundamentalistas dos islamitas.



"É preciso uma formação dos imanes no sentido de um islão tolerante", declarou o Presidente Sall na abertura oficial do segundo Fórum Internacional de Dakar sobre Paz e Segurança em África.

O Presidente senegalês considerou inaceitável que predicadores vindos de outros lados tentam impor aos crentes africanos u ma outra forma de religião diferente do islão moderado e tolerante que sempre conheceram.

"Não poderemos aceitar que venham impor-nos um islão violento. Não podemos aceitar que modelos de outras partes nos sejam impostos sob o pretexto de que somos pobres", enfatizou.

Ele apelou às populações a denunciar qualquer comportamento que tende a fazer a promoção de um islão radical.

"Quando vemos no nosso país pessoas que começam a usar véu integral, coisas que não se estão relacionadas com as nossas tradições, devemos denunciá-las e dizer não", sugeriu o Presidente Sall.

Ele declarou que o terrorismo prospera num contexto de exclusão social e de pobreza, convidando os Governos africanos a encontrar soluções aos seus problemas sociais e dar esperança às populações.

"A questão do terrorismo está obrigatoriamente ligada à exclusão e à pobreza. O combate contra o terrorismo não é apenas militar. Devemos trabalhar para dar perspectiva à juventude africana.

Isto começa pela redução das desigualdades e desenvolver políticas de empregos", frisou o Presidente senegalês.

ANG/Angop


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw