Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 12 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Economia
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Negócios/ “Empresa Cuba Lda figura na lista das que exportam castanha sem domiciliação”, diz ministro do Comércio

2018-10-10

(ANG) - O ministro do Comércio, Turismo e Artesanato, Vicente Fernandes, revelou terça-feira, que a Empresa Comercial do empresário Botche Candé, “Cuba LDA”, que exerce a atividade de compra e venda da castanha de cajú, figura na lista das que exportaram a castanha de caju no ano transato sem domiciliação, razão pela qual não lhe foi atribuída a licença de exportação para a campanha de 2018.



O governante falava numa conferência de imprensa em que deu a sua versão sobre as razões que levaram o Ministério do Comércio a não conceder Álvara de Exportação à empresa Cuba lda.

Fernandes disse que o Banco Central dos Estados da África Ocidental (BCEAO) envia periodicamente ao Ministério do Comércio, a lista das empresas que cumprem e das que não cumprem com o requisito de repatriamento de capital.

“O regulamento N° 09/2010 da UEMOA, assinado pelo atual Chefe de Estado na altura ministro das Finanças, em 2010, diz que não é dado o Alvará à nenhuma empresa que não tenha cumprido o regulamento visado. Por isso, não foi atribuído o alvará para a exportação da castanha de caju à empresa Cuba LDA, porque não honrou a sua obrigação”, disse o titular do pelouro de Comércio.

Segundo o jornal O Democrata, que cita um documento do Banco Central, qualquer exportação com valor superior a dez (10) milhões de Francos CFA é sujeita à domiciliação junto a um banco, e as receitas em divisas provenientes dessa exportação devem ser repatriadas.

Em comícios, em diferentes localidades do interior, o conselheiro do Presidente da República tem se queixado que a sua empresa fora impedida, pelo Ministério do Comércio, de adquirir a castanha de caju à preço de 1000 francos cfa o quilo, conforme anúncio do Presidente José Mário Vaz.

ANG/O Democrata


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw