Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 12 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Desporto
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


CAN-2019/ Guiné-Bissau sofre primeira derrota frente à Zambia

2018-10-11

(ANG) - A seleção nacional da Guiné-Bissau perdeu quarta-feira com a Zâmbia (2-1), no jogo da terceira jornada do Grupo K de qualificação para o Campeonato Africano das Nações, Camarões 2019, disputado em Lusaca.



O defesa Stoppila Sunzu, jogador dos franceses do Metz, inaugurou o marcador, aos 18 minutos, para os locais, com Justin Shonga, atleta dos sul-africanos dos Orlando Pirates, a ampliar para 2-0, aos 52.

Os pupilos de Baciro Candé reagiram no desafio que decorreu no Levy Mwanawasa Stadium, em Ndola, mas apenas conseguiram reduzir, por Frederic Mendy (81), jogador do Vitória de Setúbal.

Com a derrota em Lusaka, a equipa nacional cai, provisoriamente, para o segundo lugar na tabela classificativa com 4 pontos, atrás de Moçambique e à frente da Namíbia que tem apenas um ponto, ambas as seleções só jogam no sábado, dia 13 de Outubro, a partida referente à terceira jornada.

Devido às eleições autárquicas em Moçambique realizadas nesta quarta-feira, o jogo foi agendado para sábado.

A Zâmbia, por sua vez, com esta vitória alcança a selecção da Guiné-Bissau e de Moçambique em termos da pontuação, 4 pontos cada.

Tudo agora vai depender do resultado do jogo entre Moçambique e Namíbia de sábado, dia 13, que encerra a primeira volta.

No Domingo, dia 14, a Guiné-Bissau abre a segunda ronda quando receber em casa a seleção da Zâmbia, para a quarta jornada do grupo K. E na próxima terça-feira, dia 16, será a vez da Namíbia receber em casa a seleção moçambicana para a mesma jornada.

Os dois primeiros de cada um dos 12 grupos qualificam-se para o torneio: O CAN vai ter 24 equipas, seguindo o modelo do Euro’2016, realizado em França.

Os Camarões tiveram eleições no domingo, mas a divulgação dos resultados pode demorar até duas semanas, pelo que ainda não têm garantida a organização do evento, estando pendentes da estabilidade política no país governado há 36 anos por Paul Biya, de 86 anos.

ANG/O Jogo


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw