Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 20 de Agosto de 2019
Todas as categorias
Comunicações
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Media/ ONG Enda-Guiné-Bissau capacita jornalistas em matéria de redução de danos nos usuários de drogas injectáveis

2019-04-02

(ANG) – Cerca de 30 jornalistas de diferentes órgãos de comunicação social públicos e privados participam a partir de hoje num ateliê de formação sobre Estratégias de Redução de Danos nos Usuários de Drogas Injectáveis na Guiné-Bissau.



Em declarações à imprensa à margem da abertura da referida formação, o Director Nacional da Enda-Guiné-Bissau, afirmou que estão a capacitar a média como sendo actores importantes no desenvolvimento e na resolução de problemática de saúde no país.

Mamadú Aliu Djaló disse que têm plena consciência das influências, forças e o papel que os jornalistas desempenham no desenvolvimento de um país, acrescentando que, por isso, entendem que têm por direito de receber essas informações tendo em conta os seus compromissos de ajudar na resolução dessa prática.

Aquele responsável sublinhou que a estigma e descriminação não ajudam a resolver a problemática de saúde na Guiné-Bissau .

“Devemos mudar a nossa abordagem porque os exemplos e estratégias utilizados baseando nas estigmas e descriminação sobretudo na criminalização não surtiram efeitos desejados”, disse.

O Director Nacional da Enda-GB salientou que existem exemplos de países que utilizaram estratégias abordando questões de saúde como Portugal, e que tiveram resultados positivos.

“Alguns países que adoptaram experiências completamente contrárias e que optaram em prender os usuários de drogas, estigmar e descrimina-los tiveram problemas e, hoje em dia, estão a gerir situações ligadas à pessoas com dozes altas de drogas no corpo e estão a considerar esse problema de uma epidemia”, explicou.

No ateliê com a duração de dois dias serão abordados os temas sobre Conceitos e Definição da Redução de Danos e Riscos Associados, Princípios e Componentes da Redução de Danos, Conceitos de Overdose, Gestão de Casos e Sensibilização direccionada aos jornalistas, entre outros.

ANG/AC//SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw