Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sábado, 25 de Maio de 2019
Todas as categorias
Sociedade
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Maus tratos/ Mulher detida pela Polícia Judiciária por alegadamente ter torturada a sobrinha

2019-04-04

(ANG) – Uma mulher foi detida quarta-feira pela Polícia Judiciária por alegadamente ter torturada sua sobrinha de sete anos de idade no bairro de Empatcha em Bissau, noticiou a rádio Capital.



O proprietário de casa onde a mulher é inquilina, Mário Kunqué disse que ouviu a criança a chorar por volta das 02h00 da manhã, saiu par ir ao banheiro e viu a menina deitada na varanda acendeu a lâmpada e desatou-a, ao correr para vir junto dele, a mestra saiu com um banco que atirou contra a menina.

Mário Kunqué disse que instou a mulher para se abdicar dessa prática de maltratar a criança porque será responsabilizado pelas autoridades competentes como proprietário de casa.

Por sua vez, a mestra da criança de nome Ansaru explicou que sempre que ordenara a menina a fazer um trabalho doméstico ela fazia de forma errada. Ansaru disse que desta vez a menina fez necessidade no quarto e pintou as paredes do quarto com as feses dela.

Acrescentou que bateu na menina e ordenou-a a limpar tudo de seguida depois a mandou sair para dormir na varanda da casa.

Afirmou que levantou o banco mas que não tinha a intenção de atirá-lo contra a menina.

Em reação ao caso, o coordenador da Associação de Amigos de Criança (AMIC), Fernando Cá disse que a mulher tem que responder pelo seu mau comportamento perante a lei, frisando que vão ordená-la a apresentar a mãe da menina para que a vítima lhe seja devolvida.

Cá apelou à todos para se abdicarem de dar seus filhos a outrem para se evitar de maus tratos às crianças.

ANG/JD/AC//SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw