Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sábado, 25 de Maio de 2019
Todas as categorias
Justiça
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Polícia Judiciária/ Apreendidas 52 toneladas de arroz doados para fins de caridade

2019-04-04

(ANG) – A Policia Judiciária (PJ), apreendeu quarta-Feira em Bafatá, leste do país, cerca de 52 toneladas de arroz doados pela República Popular da China e destinados à pessoas mais necessitadas.



Citado pela Rádio Sol Mansi na apresentação pública do referido produto capturado, o Inspector Coordenador da PJ informou que através das informações recolhidas pelas equipas de vigilância da instituição, constataram que havia arroz doado para oferecer às populações carenciadas mas que está a ser comercializado sobretudo no interior do país.

Fernando Jorge Ribeiro frisou que nesta primeira fase já aprenderam três viaturas que continham no total 1260 sacos que correspondem a 52 toneladas de arroz, salientando que ainda ficou por trazer de Bafatá para capital Bissau quase a mesma quantidade.

“Ou seja são mais de 2000 mil sacos de arroz que foram levados de Bissau para fins comerciais quando deviam ser usados para fins de caridade ou seja oferecidas à pessoas mais carenciadas “,informou o Inspector Coordenador da PJ.

Questionado sobre se conhecem as pessoas envolvidas neste caso, Jorge Ribeiro limitou-se a confirmar que são guineenses, sem contudo revelar os nomes, salientando que já está em curso uma investigação que, dentro em breve, vai permitir que sejam identificados todos os implicados.

De acordo com aquele responsável, a da Policia Judiciária estão na posse de informação de que também noutras partes da Guiné-Bissau está a verificar a mesma prática, salientando que ainda não há pessoas detidas porque segundo ele a preocupação maior no momento é de recuperar os produtos em causa.

ANG/MSC/ÂC//SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw