Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sábado, 25 de Maio de 2019
Todas as categorias
Justiça
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Caso arroz da China Popular/ Polícia Judiciária recupera 36 toneladas na tabanca de Tchalana

2019-04-09

(ANG) - A Polícia Judiciária (PJ) recuperou segunda-feira 36 toneladas de arroz doado pela República Popular da China as autoridades de Bissau e destinado às pessoas mais necessitadas , na tabanca de Tchalana, sector de Mansoa, norte do país, na propriedade do actual ministro de Agricultura e Desenvolvimento Rural , Nicolau dos Santos, noticiou a rádio Sol Mansi.



Segundo Sol Mansi que cita o Assessor de Imprensa da PJ, o referido arroz foi carregado em dois camiões sendo a primeira a com 389 sacos e o segundo com 336 sacos, que totalizaram 725 sacos.

A fonte da PJ revelara que foram ainda preendidos nessa localidade alguns equipamentos agrícolas doados pelos parceiros da Guiné-Bissau.

De acordo uma fonte da PJ a operação vai ser alargada brevemente para a zona sul, concretamente para o sector de Tite.

A Polícia Judiciária já tinha recuperado no dia 3 do mês em curso, 52 toneladas de arroz que se encontrava num amazém em Bafatá.

A venda ilegal desse arroz já levou a detenção de alguns suspeitos ligados ao Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural.

O Primeiro-ministro, Aristides Gomes encorajou a PJ a prosseguir com os inquéritos para traduzir a justiça os implicados no desvio e venda desse arroz , cuja venda fora proibida, doado para atender as necessidades dos mais carenciados.

ANG/JD/AC//SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw