Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 17 de Junho de 2019
Todas as categorias
Regiões
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Regiões/Biombo/ Centros de saúde beneficiam de electrificação solar

2019-05-20

(ANG) - Sete Centros de Saúde, um liceu regional e principal avenida de sector de Quinhamel na região de Biombo, norte do país beneficiaram de electrificação solar no quadro de um projecto-piloto instado naquela localidade.



Segundo a Rádio Sol Mansi, trata-se de um projecto financiado pelo Banco Árabe para o Desenvolvimento Económico na África (BADEA) num valor de mais de 164 milhões de Francos cfa.

No acto de apresentação dos resultados do referido projecto, o Primeiro-ministro Aristides Gomes manifestou a sua satisfação pelos trabalhos feitos e prometeu propor ao BADEA o financiamento de mais projectos de produção de energia mais barata no país.

“Vamos procurar se libertar da produção da energia na base de gasóleo e , recorreremos ao consumo da energia com menos custos, e que consegue funcionar, sem problemas, nas diferentes regiões do país”, referiu o chefe do governo.

Aristides Gomes explicou que o objectivo de convencer o BADEA a investir mais na área de energia solar tem que ver com a extensão do projecto em todo o território nacional para que o país possa ter mais escolas e Centros de Saúde a funcionar.

“Devíamos receber um investimento por parte de BADEA para financiar a produção da energia com base no gasóleo, mas pretendemos virar este investimento para trabalhar na rede de distribuição da energia na Guiné-Bissau”, informou o governante.

Defendeu a necessidade de produção da energia sustentada através dos fios via Barco, distribuição de redes através das fronteiras com base de produção de barragem e finalmente mais uso da energia solar.

O primeiro-ministro disse que, se realmente os seus desejos se concretizassem, o país pode solucionar o problema de energia no prazo de dois anos.

ANG/AALS/ÂC//SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw