Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 25 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Agricultura
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Segurança alimentar/ Técnicos do Ministério de Agricultura analisam indicadores de subsistema de informação do ECOAGRIS

2015-11-23

(ANG)- Os técnicos do Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural iniciaram hoje em Bissau um seminário para analisar e validar os Indicadores de Subsistemas de Informação do Sector Agrícola da Comunidade Económica dos Estados de Oeste Africana (ECOAGRIS).



Ao presidir a cerimónia de abertura, o Presidente do Instituto Nacional de Pesquisas Agraria(INPA) explicou que o ECOAGRIS é um sistema de informação integrada,a partir de análise cruzada de dados acessíveis capazes de responder as necessidades gerais e específicos dos diferentes actores implicados na segurança alimentar na Guiné-Bissau e nos países da sub-região.

“A validação da fase piloto do projecto, mostrou que indicadores do sistema desenvolvido foram elaborados sem que houvesse consenso junto dos serviços técnicos e que não refletem a especificidade agro climática», criticou Simão Gomes.

Gomes disse que a primeira etapa do processo de analise será a revisão exaustiva da fase piloto e a identificação de outros relativos aos novo sistema de informação.

Para o Secretario Nacional do Comité Interministerial de Luta Contra a Seca no Shael(CILSS o projecto é importante para o país, na medida em que se vai criar uma instituição nacional encarregue de fornecer informações agrícolas que depois serão partilhadas entre os Estados membros da CEDEAO.

Ansu Camará sustenta que o programa irá servir de uma fonte de informação para as instituições que trabalham para garantir a segurança alimentar no país e na sub-região.

Por seu lado o chefe do Departamento de Apoio Técnico do CILSS, Mamadou Samake disse que objectivo principal do programa é contribuir para responder eficazmente a crise alimentar e reforçar resiliência numa perpectiva de sobrevivência alimentar regional durável .

“O CILSS é uma instituição comum para desenvolver sistemas de informação que permite assegurar uma alerta antecipada para prevenção da crise alimentar e identificação atempada das populações vulneráveis nas zonas de risco”,explicou Mamadou Smake.

A existência dos dispositivos ECOAGRIS nos 17 países do Shael e de Africa Ocidental esta inscrito no âmbito do programa regional do 10/o FED( reserva regional de segurança alimentar) e é financiado pela União Europeia num montante de 56 milhões de Euros.

ANG/LPG/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw