Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 18 de Agosto de 2019
Todas as categorias
Destaques
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Infraestruturas/ Governo lança projecto de construção da estrada Quebo-Boké

2019-08-07

(ANG) - O governo procedeu terça-feira em Bissau, o lançamento do projecto multinacional da estrada Quebo-Boké, co-financiado pelo Banco Africano para Desenvolvimento e pela União Europeia no valor de dezoito bilhões de franco CFA.



No total são 107 km de estrada que vão ser construídas e reabilitadas, 86 km na República da Guiné e 21 km na Guiné-Bissau.

Discursando na cerimónia, o ministro das Infra-estruturas, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Osvaldo Abreu, disse que o projecto multinacional de estrada Quebo-Boké vai completar a ligação perdida do elo terrestre entre Bissau e Conacri.

“Este projecto completará a ligação perdida do elo terrestre entre Conacri e Bissau e, consiste na construção e asfaltagem de 107 km de estrada sendo 86 km na República da Guiné e 21 km na Guiné-Bissau de acordo com as normas e padrão da CEDEAO e com um custo total de cerca de dezoito bilhões de francos CFA”, explicou o goevernante.

Afirmou que, além disso, também possibilitará a realização, em ambos os países, de arranjos e medidas conexos, constituídos por infra-estruturas socioeconómico e comerciais, furos de água, apoio ao grupo de mulheres e jovens em particular, para a valorização da castanha de caju.

Na mesma ocasião, o titular das pastas das Infra-estruturas admitiu que, “o projecto visa não só contribuir para a abertura da Guiné-Bissau para os países vizinhos, mas também para o fortalecimento da integração e do comércio sub-regional.

“Especialmente, o projecto melhorará o nível de serviço da estrada Quebo-Boké, removendo algumas das barreiras à circulação de pessoas e bens decorrentes dos controlos alfandegárias. Também contribuirá para melhorar as condições de vida das populações na área de influência do projecto”, informou.

Já Davide Danelli, em representação da União Europeia, um dos financiadores do projecto, disse que “a formalização e o financiamento deste projecto é resultado de um trabalho conjunto nos últimos dois anos, que prevê a revisão dos estudos técnicos das previsões financeiras e que agora nos permite lançar completamente estas actividades”.

O desenvolvimento do eixo Quebo- Boké, nunca reabilitado e em parte ainda não transitável, completará a ligação terrestre entre as duas capitais Bissau e Conacri, no corredor número 7 Dakar Lagos.

Além da reconstrução e da reabilitação do mencionado eixo e das pistas associadas, o projecto inclui também medidas de apoio ao sector dos transportes, como iluminação púbica solar, infra-estruturas sociais e comercias, sinais e melhorias de estradas e reparação de pontes.ANG/Rádio Sol Mansi


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw