Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 18 de Agosto de 2019
Todas as categorias
Destaques
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Eleições Presidenciais/ Umaro Sissoco confirmado como candidato do Madem G-15

2019-08-09

(ANG) – O Movimento para Alternância Democrática (Madem G-15),escolheu nas eleições primárias realizadas na quinta-feira, Umaro Sissoco como candidato do partido as eleições presidenciais de 24 de Novembro próximo.



Num horizonte de 428 delegados vindos de diferentes localidades do país, o igualmente vice-coordenador do Movimento, Umaro Sissoco obteve 297 votos a favor,107 contra e 24 abstenção.

Dois outros pretendentes ao apoio do Madem G-15, José Mário Vaz, actual Presidente da República Cessante e e o advogado Carlos Vamain não se apresentaram para concorrer com Umarro Sissoco nas primárias do partido.

Depois dos trabalhos, iniciados quinta-feira e que se prolongaram até as primeiras horas desta sexta-feira , o Coordenador do Madem G-15, Braima Camará deu parabéns ao Umaro Sissoco tendo- lhe desejado saúde e sucessos.

Camará agradeceu ao Carlos Vamain, Nuno Gomes na Biam, líder do APU PDGB, e ao Carlos Gomes Júnior, ex-Primeiro-ministro por terem solicitado o apoio do seu partido para eleições presidenciais, salientando que estão a prestar um serviço inédito e ímpar na história da democracia guineense.

“O Movimento que era considerado de dirigentes falhados e que ia acabar depois das eleições legislativas, afinal de contas os potenciais candidatos às eleições presidenciais sabem que quem não tiver apoio de Madem não vai ganhar o escrutínio “,disse.

Camará dirigiu-se ao Umaro Sissoco para lhe dizer que tem uma grande responsabilidade, tendo garantido o seu apoio total e incondicional para que o partido possa ajudar o escolhido a ganhar eleições presidenciais.

“No Madem não existe diferença entre raça, etnia, pessoas de praça e de ponta. Há um conjunto de cidadãos congregados à volta de ideias para combater a injustiça, corrupção, pobreza, analfabetismo e o subdesenvolvimento na Guiné-Bissau”, disse.

O coordenador do Madem G-15 disse que Umaro Sissoco era o único candidato dirigente do partido embora receberam o pedido de apoio de mais quatro candidatos as presidenciais que acreditam no projecto deste grupo.

Por seu turno, o agora candidato do Movimento para Alternância Democrática (Madem G-15), as eleições Presidenciais de 24 de Novembro agradeceu o apoio e esforço do coordenador do Movimento pelo apoio e por ter cumprido a sua palavra para com ele.

Umaro Sissoco disse reconhecer os candidatos que pediram o apoio ao partido e considerou que agora todos devem unir a volta do vencedor das primárias, salientando que o Madem veio para ficar no processo da democracia guineense.

“Se eu for eleito, serei um bom Presidente, uma vez que vou saber interpretar a nossa Constituição, que é a Bíblia ou Alcorão de qualquer cidadão que pretende ser o Chefe de Estado. Vou respeitar e fazer respeitar a lei magna do país, assim serei um presidente aconselhador “,prometeu.

Sissoco ainda prometeu manter boa relação com qualquer partido que estiver a governar, salientando que ele será um candidato não só do seu partido, mas do povo e dos mais desfavorecidos, frisando que o seu reconhecimento será eterno ao Madem por lhe ter dado esta oportunidade.

O Madem G-15 é a segunda maior força política do pais, que nas eleições de 10 de março passado conquisto 27 mandatos parlamentares.

ANG/MSC/ÂC//SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw