Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 22 de Setembro de 2019
Todas as categorias
Destaques
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Legislativas 2019/ Proprietários de viaturas alugadas pelo GTAPE exigem pagamento de cerca de 90 milhões de francos cfa

2019-08-22

(ANG) - Os proprietários das viaturas alugadas pelo Gabinete Técnico de Apoio ao Processo Eleitoral (GTAPE), durante as eleições legislativas de 10 de março último, exigem que o governo lhes pague as suas dívidas, sob pena de continuarem a dificultar os trabalhos de Correcção de Cadernos eleitorais que deveriam iniciar esta quinta-feira.



A exigência dos proprietários das viaturas alugadas pelo GTAPE foi transmitida por Altino Maia hoje numa conferência de imprensa.

“Caso o governo não pague as nossas dívidas, vamos boicotar os trabalhos de Correcção dos Cadernos Eleitorais. Na realidade, precisamos do nosso dinheiro, porque também temos as nossas necessidades”, avisou o porta-voz.

Maia disse que a referida divida vai completar um ano no próximo mês de Setembro e que até a data presente as suas reivindicações não foram atendidas.

Acrescentou que durante os trabalhos de recenseamento para Eleições Legislativas de 10 de Março de 2019 assinaram um contrato de prestação de serviço com o GTAPE que não foi cumprido.

“Já fizemos todas as diligências ao mais alto nível, porque já informamos ao Presidente da República, Assembleia Nacional Popular para chegarmos à uma solução pacífica mas as nossas diligências não surtiram efeito. Por isso, vamos utilizar os nossos meios para exigir o que é nosso por direito”, disse Altino Maia.

Sublinhou que estão a pressionar o governo agora porque sabem que depois dos trabalhos da Correcção dos Cadernos Eleitorais e consequente realização das Eleições Presidências, podem não receber os seus dinheiros.

O início dos trabalhos de Correcção dos Cadernos Eleitorais estavam previstos para o dia 17 do corrente mês mas não chegou a acontecer devido as manifestações de protestos em frente a sede da instituição, não só por proprietários de viaturas alugadas mas também por alguns recenseadores.

ANG/AALS/ÂC//SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw