Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 22 de Setembro de 2019
Todas as categorias
Destaques
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Função pública/ Servidores do Estado descontentes com atrasos de pagamento de salários

2019-09-10

(ANG) – Alguns funcionários públicos manifestaram hoje as suas inquietações sobre atrasos que têm sido recorrentes sobre o pagamento dos salários aos servidos do Estado.



Numa auscultação feita hoje pela Agência de Notícias da Guiné (ANG), o funcionário público José Mendes de Carvalho, disse que é muito complicado e delicado a situação que os funcionários públicos atravessam na Guiné-Bissau.

Segundo o funcionário, em nenhum país do mundo é admitido trabalhar sem receber no final do mês, acrescentando que todos têm famílias e outros assuntos para resolver.

Por seu turno, a funcionária pública Inês Fonseca de Pina salientou que o Estado da Guiné-Bissau deve recordar que o pagamento do salário é obrigatório.

“Apesar do actual governo ter iniciado os seus trabalhos um pouco tarde, não implica que nós, enquanto funcionários públicos, não devemos exigir os nossos direitos”, disse Fonseca de Pina.

Acrescentou por outro lado que, o atraso de alguns meses de pagamento salarial por parte do patronato, está á deixar muitos funcionários sem-abrigo e sem poder financeiro para sustentar a sua casa.

Djulei Abdu Djaló, disse que o governo deve recordar que as pessoas que trabalham para o Estado têm responsabilidades familiares, pelo que necessitam de receber para fazer face as suas necessidades.

Para Simões Na Motcha, a crise que o país está á enfrentar não está a ajudar no dia-a-dia da convivência social dos guineenses.

“O actual governo herdou dívidas do governo transacto, e isto está á dificultar o governo no pagamento dessa dívida, mas apelamos o actual governo para fazer tudo para resolver esta situação”, referiu Na Motcha.

Dez dias passam do fim do mês funcionários públicos ainda não receberam os salários de agosto, havendo instituições cujos funcionários nem de julho receberam. ANG/LLA/ÂC//SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw